Paulo Maluf coloca adega à venda por R$ 15 milhões | Fábio Campana

Paulo Maluf coloca adega à venda por R$ 15 milhões

Lauro Jardim, O Globo

Paulo Maluf botou à venda parte de sua adega, uma das mais célebres do Brasil e certamente a mais bem fornida do mundo político.

Quer se desfazer de 862 garrafas das melhores safras dos grandes vinhos da Borgonha. Quem se interessar, vai pagar um total de US$ 3.889 milhões (cerca de R$ 15 milhões).

Por décadas, a adega serve (e muito bem) a amigos do ex-governador. Era comum depois de um jantar na casa de Maluf que o convidado saísse de lá com uma garrafa nas mãos — fosse ele político, empresário ou jornalista.

Maluf é tido como o maior colecionador de Romanée-Conti do Brasil. E das melhores safras, ou seja, as de 1961, 1966, 1971, 1978, 1985 e 1990. Aliás, o mais caro dos vinhos oferecidos é uma garrafa magnum (de 1,5 litro) do Romanée-Conti, safra 1971. Maluf pede por esse néctar da Borgonha US$ 66,8 mil, o equivalente a R$ 258 mil.

Uma lista detalhando safra, quantidades e preço tem circulado em mãos muito seletas. Apesar da qualidade e da procedência da coleção, a venda tem se revelado penosa.

Não exatamente pela exigência de que o comprador leve todo o lote. Mas porque o vendedor quer a grana em dinheiro vivo. Quem se habilita?

(Atualização, às 16h58. O assessor de imprensa de Maluf, Adilson Laranjeiras, enviou a seguinte nota: “Não é verdadeira a notícia de que Paulo Maluf está vendendo vinhos de sua propriedade que, aliás, não valem tanto assim. Paulo Maluf vai ser internado amanhã, segunda-feira, no Hospital Sírio Libanês para ser operado de um câncer. Não tem tempo portanto, para se ocupar em vendas deste tipo. A notícia deixou profundamente abalada a família de Paulo Maluf, que está preocupada com seu estado de saúde”. A coluna confirma a informação publicada.)


11 comentários

  1. SERGIO SILVESTRE
    domingo, 2 de dezembro de 2018 – 20:22 hs

    Pois é ,só na iluminação sa Anchieta esse gatuno e seus comparsas de Londrina tambem libaneses levaram dezenas de milhões,mas no Brasil esse tipo de roubo não é punido,mas ter um apto para morar ou um sitio compartilhado para lazer da até prisão perpetua.

  2. domingo, 2 de dezembro de 2018 – 21:33 hs

    Será que ele pagou os honorários do Kakay com vinhos??

  3. Sapo Eletrico
    domingo, 2 de dezembro de 2018 – 23:57 hs

    Pois pra mim nao vale mais que 10 centavos!

  4. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI
    segunda-feira, 3 de dezembro de 2018 – 9:56 hs

    Bunda tatuada. Vou te fazer uma pergunta. Você se suicidaria pela liberdade do encantador de burros?

  5. segunda-feira, 3 de dezembro de 2018 – 10:31 hs

    Bah,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

  6. segunda-feira, 3 de dezembro de 2018 – 11:23 hs

    Tô curioso…….quem são os “….comparsas de Londrina..” referidos pelo SS na postagem em que comenta a venda da adega de Paulo Maluf. Dê os nomes para que se saiba quem levou a grana de São Paulo, mesmo sendo de Londrina !

  7. segunda-feira, 3 de dezembro de 2018 – 11:34 hs

    Maluf deveria estar numa solitária. O cara que se dispusesse a pagar R$ 258.000,00 por uma garrafa de vinho deveria ser investigado. Se não é ladrão, deveria ser internado.

  8. segunda-feira, 3 de dezembro de 2018 – 11:38 hs

    Esse Sergio Silvestre e um lambe bunda de ptistas, só fala merda e se mete e saber tudo, diga quem são os libaneses a se beneficiar junto com Maluf, e como se beneficiaram

  9. segunda-feira, 3 de dezembro de 2018 – 11:52 hs

    COM O DINHEIRO DO POVO..$$$$$$$$..É FÁCIL VIVER UMA VIDA NABANESCA E AINDA FAZER AGRADOS COM O CHAPÉU DOS OUTROS,,ENQUANTO ISSO,,( ESCOLAS, HOSPITAIS , CRECHES ETC??????? )…………

  10. segunda-feira, 3 de dezembro de 2018 – 11:52 hs

    COM O DINHEIRO DO POVO..$$$$$$$$..É FÁCIL VIVER UMA VIDA NABANESCA E AINDA FAZER AGRADOS COM O CHAPÉU DOS OUTROS,,ENQUANTO ISSO,,( ESCOLAS, HOSPITAIS , CRECHES ETC??????? )…………E TEM IDIOTAS QUE AINDA IDOLATRAM ESSE TIPO DE LADRÃO…..

  11. terça-feira, 4 de dezembro de 2018 – 10:15 hs

    Tem a confraria ou clube do vinho. Talvez o Malluf poderia fazer uma oferta por intermédio do Kakay, já que o causídico advoga para a familia de um dos ex-integrantes, desde 13 de abril de 2007 até hoje na mesma causa (ainda não julgada).

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*