Mais uma facada em Magno Malta | Fábio Campana

Mais uma facada em Magno Malta

A possível extinção da estatal criada para desenvolver o trem-bala no Brasil, o que nunca aconteceu, apesar de consumir R$ 70 milhões por ano, pode desnortear Magno Malta ainda mais.
Acontece que o irmão dele, Maurício Malta, é diretor da geringonça.
Maurício está lá desde o começo do ano passado e pode ser o próximo desempregado da família.

 


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*