Justiça confirma reintegração de funcionários demitidos pela Abril | Fábio Campana

Justiça confirma reintegração de funcionários demitidos pela Abril

A Justiça do Trabalho bateu o martelo e determinou que a editora Abril reintegre todos os funcionários demitidos pela empresa a partir de julho de 2017 (são mais de mil), em um prazo de 30 dias. A decisão é do dia 3 de dezembro. A decisão faz parte de uma ação civil pública movida em abril pelo Ministério Público do Trabalho – Procuradoria Regional do Trabalho da 2ª Região e pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP).
A companhia, responsável pela publicação de revistas como Veja, Exame, Claudia, entre outras, entrou em recuperação judicial em agosto. As dívidas da empresa somam R$ 1,6 bilhão.

(Foto: Facebook/Reprodução)


Um comentário

  1. troll
    sábado, 15 de dezembro de 2018 – 10:21 hs

    KKK a empresa já ia mal das pernas com menos 1.000 empregados imagine-se agora tendo que reintegrar todo este milhar de gente. E ainda sem contar com o jabá da publicidade oficial. Falência na certa

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*