'Imoral e ilegal' | Fábio Campana

‘Imoral e ilegal’

“Não só imoral como contraria a lei, porque se nós criamos um sistema. Nós colocamos as pessoas em igualdade de condições. Então, o que deve ser atendido antes é aquele justificável pela emergência e não uma pessoa com a mesma emergência que outra ser passada pra trás na fila porque não paga a parte”.
Leonir Batisti, coordenador do Gaeco, sobre a investigação do esquema de propina entre médicos e empresários para furar a fila do SUS.


3 comentários

  1. Lagarta
    segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 – 13:07 hs

    Essa é a regra que coloca todos em igualdade de condições, quando a emergência ou urgência for a mesma. Isso vale inclusive para pedidos, recursos, habeas corpus do LULA e do PT!! Existem vários presos na fila antes do Lula, mas na fila da Justiça. Imoral e Ilegal da mesma forma! Enquanto o povo não têm o direito ao atendimento do SUS respeitado, outros estão preocupados com seu “direito” de visitas. Cada coisa..

  2. antonio carlos
    segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 – 17:47 hs

    Outro precisando de mídia. Este cara sempre é assim, adora embarcar na dos outros para aparecer. Está na hora de trocarem o coordenador do Gaeco e por alguém lá que não se guie pelas câmaras e microfones das TVs e das rádios.

  3. Paulo
    segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 – 20:40 hs

    Falar em igualdade de condições, Fernanda Richa já entrou com ação contra a arrogância e prepotência de S. Exsa.??

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*