Fernanda Montenegro defende classe artística: 'não somos ladrões' | Fábio Campana

Fernanda Montenegro defende classe artística: ‘não somos ladrões’

A atriz Fernanda Montenegro, 89 anos, foi homenageada ontem com o Troféu Domingão, prêmio da Globo que elege os melhores do ano nas áreas de dramaturgia, humor, jornalismo e música. Aproveitou a ocasião e defendeu a classe artística: “Não é possível fazerem de nós, gente de palco, atores de TV e cinema, responsáveis pela derrocada econômica do Brasil. Estende-se, de uma forma ultrajante, uma visão negativa, torpe e agressiva em cima de nós. Não somos responsáveis pela corrupção deste país através da Lei Rouanet. Somos dignos, temos uma profissão extraordinária. Os nossos palcos, os nossos programas de TV ligados à dramaturgia têm uma busca constante de ampliar o imaginário e a sensibilidade. Isso nos leva a uma integração de nação e de cultura. Não somos ladrões diante da Lei Rouanet. Procurem os verdadeiros buracos corruptos deste país”.

(Foto: Paulo Belote/TV Globo)


8 comentários

  1. Lu
    segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 – 17:08 hs

    Os verdadeiros buracos corruptos deste País são os que se aproveitam de verbas públicas em benefício próprio. #leirouanetnao

  2. Maria Silva
    segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 – 17:33 hs

    Os que fazerem parte dos verdadeiros buracos corruptos do país, os artistas poderosos que se aliaram ao governo corrupto em troca dos benéficos da Lei Rouanet , recebendo milhões enquanto crianças morrem de fome e doentes nos corredores de hospitais. Rebendo milhões para apresentar lixo que chamam de cultura.

  3. antonio carlos
    segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 – 17:40 hs

    Ela fala por ela mesma mas a maioria dos que se beneficiaram da lei não prestaram contas da grana recebida. Alguns simplesmente a enfiaram no bolso e seguiram em frente como se nada tivesse acontecido. A veneranda artista fala por ela mesma, se não deve não tem o que temer.

  4. Do Interior...
    segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 – 17:50 hs

    a Rouanet é um poço de escândalos.
    Feita para os pobres, os riquinhos da Globo meteram a mão no dinheiro.

    Essa velhota gágá ficou bravinha porque o filme em que atuou não ganhou um prêmio (nem sei se era Óscar). Daí se vê o caráter dessa velhota maluca.

  5. Acertei?
    segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 – 18:39 hs

    Pilantra, esquerdopata, comuna, miguinha e defensora o maior ladrão da história de Brasil. Vc e sua filha sao uma vergonga que denigrem a imagem da mulher.

  6. SERGIO SILVESTRE
    segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 – 19:14 hs

    Pois é,tenho dó de um povo que esqueceu em algum buraco seus valores e hoje se aliam ao ódio contra os artistas e jogam no lixo nossa cultura.Esse é o começo de uma raça inferior,aqueles que trombam nas esquinas e de dentes afiados começam a se dilacerar.Acho que estamos chegando sim ao fim dos tempos,a ignorância voltou a galope e a idiotizarão tomou conta.

  7. segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 – 22:39 hs

    Parece a família Bolsonaro se defendendo dos cheques do motorista:
    ‘não somos ladrões’.

    Parece o Lula se defendendo junto com o PT ‘não somos ladrões’.

    Parece o Aécio se defendendo junto com a família ‘não somos ladrões’

    Que país é este…

  8. segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 – 22:40 hs

    Parece a família Bolsonaro se defendendo dos cheques do motorista:
    ‘não somos ladrões’.

    Parece o Lula se defendendo junto com o PT ‘não somos ladrões’.

    Parece o Aécio se defendendo junto com a família ‘não somos ladrões’

    Que país é este…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*