'Em boca fechada não entra mosca' | Fábio Campana

‘Em boca fechada não entra mosca’

Eduardo Bolsonaro deu entrevista ao jornal O Globo. Lá pelas tantas, defendeu pena de morte para traficantes de drogas e autores de crimes hediondos.
A Constituição brasileira só admite pena de morte em caso de guerra externa. É cláusula pétrea. O que significa que o artigo que não pode ser mudado.
Eduardo afirmou ao jornal que sabia disso, sim, mas que se poderia abrir uma exceção.
Horas depois, pelo twitter, o pai ensinou ao filho: em cláusula pétrea não se mexe. E “não se discute mais isso”. Alguém comentou no post de Jair Bolsonaro ‘em boca fechada não entra mosca’.

(Foto: Paola de Orte)


2 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 17 de dezembro de 2018 – 12:15 hs

    Alguns jornalistas colocam seus desejos, preconceitos e valores nas notícias que dão. Não são notícias. São opiniões. Os políticos não devem satisfação à imprensa. Somente aos seus eleitores e se ele foi eleito com esta proposta, se a negasse, ainda que todas as razões constitucionais para tanto, estaria traindo seus eleitores.

  2. sexta-feira, 21 de dezembro de 2018 – 22:57 hs

    Deveria defender pena de morte para político que lava dinheiro com assessor.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*