Cida destaca início da construção da 2ª ponte entre Brasil e Paraguai | Fábio Campana

Cida destaca início da construção da 2ª ponte entre Brasil e Paraguai

A governadora Cida Borghetti destacou nesta terça-feira, 18, o encontro entre os presidentes Michel Temer (Brasil) e Mario Abdo Benitez (Paraguai) que autorizam nesta sexta-feira, 21, em Foz do Iguaçu, o início da construção de mais duas pontes entre os dois países. Uma das obras, a segunda ponte, como é chamada, ligará a região do Porto Meira (Foz) com a Presidente Franco, cidade paraguaia da região metropolitana de Ciudad del Este na tríplice fronteira. Os empreendimentos devem custar entre R$ 800 milhões e R$ 900 milhões e serão custeados pela Itaipu Binacional.

“Esta ponte é uma obra esperada há décadas em Foz do Iguaçu e trará mais desenvolvimento ao Paraná, ao Brasil e ao Paraguai. Com a sua construção, todo o transporte de cargas será feito pela segunda ponte e a atual (Ponte da Amizade) vai atender somente turistas e passageiros”, disse a governadora. Cida lembrou ainda que a Ponte da Amizade está sobrecarregada, já que além das pessoas que circulam entre Foz e Ciudad del Este, ela também concentra o trânsito de caminhões.

Desde que assumiu o governo em abril, a governadora Cida Borghetti reforçou ao presidente Temer e, posteriormente, ao presidente Marip Abdo Benitez, da importância do empreendimento para o desenvolvimento das regiões fronteiriças do Paraná e Alto Paraná.
Ainda no dia 30 de outubro, Cida se reuniu com os dois presidentes em Brasília. “Desde que assumi o governo, tratei deste assunto por várias vezes com os presidentes Michel Temer e Mario Benítez. Agora vemos que este sonho dos brasileiros e paraguaios, em especial dos moradores de Foz do Iguaçu, será concretizado”, disse.

A segunda ponte está orçada em U$ 150 milhões (cerca de R$ 600 milhões). Neste investimento está contemplada a implantação da Perimetral Leste, avenida que irá ligar a região das pontes até a BR 277, desviando o fluxo de caminhões de carga que hoje passa por algumas das principais vias do centro da cidade. A outra ponte será construída entre as cidades de Porto Murtinho (MS) e Carmelo Peralta (Alto Paraguai).


Um comentário

  1. Tarzan
    quarta-feira, 19 de dezembro de 2018 – 8:55 hs

    Com todo respeito sou contra esse empreendimento, se uma ponte ( a da amizade) já é o maior corredor de tráfego de drogas e armas, imaginem a segunda?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*