As opções de Bolsonaro para se acertar com a Receita Federal | Fábio Campana

As opções de Bolsonaro para se acertar com a Receita Federal

Outro aspecto do escândalo da semana passada sobre a grana que rolou de um lado pro potro entre ex-motorista e a família Bolsonaro, é aquele do leão do Imposto de Renda.
Bolsonaro terá que se acertar com a Receita Federal por não ter declarado os R$ 40 mil recebidos do ex-assessor de seu filho, Fabrício José de Queiroz.
O dinheiro, segundo ele, refere-se ao pagamento de um empréstimo e não foi declarado “porque foi se avolumando”.
Diante do imbróglio, o presidente eleito tem duas opções para resolver a pendência com o fisco. Uma delas é retificar sua declaração de Imposto de Renda, acrescentando o recebimento dos R$ 40 mil. Desta forma, ele não seria punido.
A segunda seria esperar que a Receita entre em contato exigindo explicações. Se isso ocorrer, Bolsonaro terá que pagar o imposto e uma multa por conta da omissão.
“Se eu errei, eu arco com a minha responsabilidade perante o fisco, sem problema nenhum”, disse, mas o que acontecerá entre ele e o leão é a menor das preocupações nacionais…

(Foto: Tânia Regô/Agência Brasil)


Um comentário

  1. SERGIO SILVESTRE
    segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 – 15:13 hs

    PELO MUNDO AFORA ,EU ANDO SOZINHA,VOU LEVAR UNS DOCES PARA A VOVOZINHA HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH PIADISTAS,CONTO DO VIGÁRIO,FABULAS ETC HAHAHAHAHAHA

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*