A primeira entrevista de Lula | Fábio Campana

A primeira entrevista de Lula

A emissora de televisão britânica BBC publicou ontem trechos de uma entrevista feita por carta com Lula.
Nas respostas, Lula acusa o Sergio Moro de ter agido politicamente durante o seu processo, para prendê-lo e, assim, tirá-lo da disputa presidencial. “Bolsonaro só ganhou porque não concorreu contra mim”, disse o ex-presidente.
“Então, Moro fez política e não justiça, e agora se beneficia disso”, continua se referindo, obviamente, ao fato de o ex-juiz ter aceitado o cargo de ministro da Justiça de Bolsonaro.
Proibido de dar entrevistas presenciais ou por telefone, Lula respondeu a perguntas feitas por carta pelo jornalista brasileiro Kennedy Alencar, para um documentário da BBC, informou a emissora.

(Foto: Paulo Whitaker/Reuters )


4 comentários

  1. Enéas
    sexta-feira, 7 de dezembro de 2018 – 14:39 hs

    “Lula respondeu a perguntas feitas por carta pelo jornalista brasileiro Kennedy Alencar”… Deixe de ouvir a CBN pela postura do mencionado jornalista durante a campanha… Pró meliante de nove dedos… É um dos que acham que a democracia está em risco porque Bolsonaro é um “fascista”… Ora, ora!

  2. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI
    sexta-feira, 7 de dezembro de 2018 – 15:42 hs

    Não dá para entender como a mídia ainda abre espaço para este biltre.

  3. José Alberto Reimann
    sexta-feira, 7 de dezembro de 2018 – 17:50 hs

    Esta entre3vista já está viciada, tendo em vista que a fez, também deve ter respondido suas próprias perguntas.
    Kennedy Alencar é pestista de frente, de costas, deitado, dormindo.
    Fissurado e tendencioso em suas matérias não mostra claridade emuito menos imparcialidade, na realidade é um criador de notícias tendenciosas.

  4. ESTAMOS DE OLHO
    sábado, 8 de dezembro de 2018 – 11:45 hs

    O QUE ESPERAR DESTE JORNALISTA VERMELHO FDP
    SERVIR DE PINIQUEIRO DO PRESIDIARIO ,ESTE E O
    SEU SERVIÇO,PARA SURPRESA DE NINGUEM SEMPRE
    ELE.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*