A nova ministra | Fábio Campana

A nova ministra

Damares Alves foi anunciada ontem como ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos do governo Bolsonaro. Em sua primeira hora como figura pública nacional, veio à tona uma declaração dada em março deste ano que desenha o seu perfil: “Costumo brincar como eu gostaria de estar em casa toda a tarde, numa rede, e meu marido ralando muito, muito, muito para me sustentar e me encher de joias e presentes. Esse seria o padrão ideal da sociedade”.
Antagonista do movimento LGBT e da legalização do aborto, ela anunciou: “As instituições piraram nesta nação. Mas há uma instituição que não pirou. E esta nação só pode contar com essa instituição agora. É a igreja de Jesus. […] É o momento de a igreja ocupar a nação. É o momento de a igreja dizer à nação a que viemos. É o momento de a igreja governar”.

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)


3 comentários

  1. Hosana Gomes dos Santos
    sexta-feira, 7 de dezembro de 2018 – 17:12 hs

    Eu, de vez em quando, me pego sonhando com esse padrão de vida. Brincar, sonhar não custa nada e não faz mal a ninguém

  2. sábado, 8 de dezembro de 2018 – 10:11 hs

    Bah,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

  3. Parreiras Rodrigues
    sábado, 8 de dezembro de 2018 – 15:53 hs

    Do filme: Quando falam os cotovelos…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*