Prefeitura de Guaratuba já sabe quem espiava mulheres com câmeras de segurança | Fábio Campana

Prefeitura de Guaratuba já sabe quem espiava mulheres com câmeras de segurança

Dois funcionários da prefeitura de Guaratuba foram identificados como responsáveis pelo Big Brother que rolava na praia com as câmeras de monitoramento da cidade. Os nomes não foram divulgados.
Ainda assim, Roberto Justus, o prefeito, determinou a abertura de uma sindicância para saber o que aconteceu, o prazo para ficar pronta é de 30 dias. Depois disso, rola um processo administrativo, que dura uns 90 dias, e, conforme a conclusão, os servidores poderão ser demitidos.
Segundo a prefeitura, outros funcionários do setor de monitoramento viram os vídeos quando procuravam imagens de Wellington Bruno Kluger Moreira, de 13 anos, que desapareceu depois de entrar no mar, no mesmo dia. Ele foi encontrado morto dois dias depois em Matinhos.

(Foto: Divulgação)


8 comentários

  1. quarta-feira, 28 de novembro de 2018 – 10:01 hs

    Bah,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

  2. Isadora
    quarta-feira, 28 de novembro de 2018 – 10:54 hs

    Um absurdo, mas pelo menos as câmeras de Guaratuba funcionam, não é mesmo, Curitiba?

  3. Zabra Q Tize
    quarta-feira, 28 de novembro de 2018 – 11:13 hs

    Se estivessem espiando bunda de homem a mídia não teria se interessado pelo assunto, porque é fashion.

  4. Elisa
    quarta-feira, 28 de novembro de 2018 – 12:35 hs

    Com certeza essas mulheres observadas não possuem estereótipo daquelas feministas que mostram os seios nas manifestações contra o “machismo”.
    Algo está bem errado. Será que as ativistas não se revoltam pq tiveram decepção com homens?! Ou pq idealizam príncipes e não olham para aqueles inteligentes e esforçados?
    Cadê o movimento feminista para defender mulheres bonitas e heteros??

  5. Marlom Alves
    quarta-feira, 28 de novembro de 2018 – 12:39 hs

    Improbidade administrativa. Demissão e proibição de contratar com o poder público. Com o estado tentando recuperar a confiança do cidadão e um agente público vem me fazer essa idiotice. Não passa nem perto do tipo de servidor ou colaborador que o interesse público espera. Que seja tratado como exemplo para os outros aprenderem a importância de servir à população com ética e responsabilidade.
    Que a imprensa acompanhe este caso. Pessoas cada vez mais incapacitadas e menos responsáveis com suas profissões. De vítima do “capitalismo” não tem nada.
    Punição exemplar. Dane-se se tem família e se outro tbm fez. Rua!

  6. quarta-feira, 28 de novembro de 2018 – 12:41 hs

    ENQUANTO FILMAVAM AS MULHERES, O POVO FICAVA SEM CAMERAS??..ISSO É GRAVE HEMM….

  7. ELEITOR PARANAENSE
    quarta-feira, 28 de novembro de 2018 – 15:51 hs

    Ao menos os caras tem bom gosto.Viram alguma baleia atolada?
    Se fosse praia de nudismo…….ai pegava.Kkkkkkk

  8. antonio carlos
    quarta-feira, 28 de novembro de 2018 – 19:02 hs

    Que 10 e agora o que a prefeitura vai fazer? Só dar um puxão de orelhas nos “marotos” não serve. A dupla precisa ter um castigo à altura da “peraltice”, ficam sem trabalhar para a prefeitura para sempre. Já que gostam tanto de apreciar as bundas das banhistas que vão trabalhar na praia, podem começar vendendo sorvete e milho cozido.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*