Os últimos atos de Cristovam Buarque | Fábio Campana

Os últimos atos de Cristovam Buarque

Cristovam Buarque tentou ocupar o período pré-campanha para plantar a semente de uma candidatura à presidência da República. O PPS não aceitou, mal cogitou a ideia.
Buarque então tentou a reeleição como senador. Não rolou. Agora ele corre para apresentar seus projetos de lei antes que o tempo acabe. Passadas as eleições, ele já protocolou dois projetos, um deles é para determinar que o presidente se comprometa com a qualidade da educação no ato de posse – o que, de modo prático, não significa muita coisa. A não ser, mais do mesmo, justamente daquilo que o eleitor cansou.

(foto: Google/Reprodução)


2 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 12 de novembro de 2018 – 13:21 hs

    Já vai tarde. Foi uma mistura de demagogo de quermesse de igreja com vendedor de loção capilar.

  2. Silvana
    terça-feira, 13 de novembro de 2018 – 1:30 hs

    Grande Cristóvão. Em 1999, junto com varios deputados do PT, esteve em Curitiba sendo também homenageado em evento do MPPR. Evento bem interessante, que coincidentemente nos responde inúmeros fatos atuais. Ou nos dá uma noção do que vem acontecendo e ninguém se deu conta. Nem tudo é oq parece. Basta ver a quantidade de eventos com os mesmos preceitos ideológicos acontecem. E ai de quem questionar. Principalmente se for da midia. Até constrangedor. O protagonismo se confundiu com vaidade. Vale lembrar os conflitos entre professores e a pm no centro civico, ou ainda da pm contra os acampados em frente a sede da PF. Alguém defendeu os servidores que lá atuavam? O aparelhamento já dura anosm e ninguém percebeu. Nem a imprensa.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*