O teórico do bolsonarismo | Fábio Campana

O teórico do bolsonarismo

BR18,
Elogiado por Jair Bolsonaro como um “brilhante intelectual”, Ernesto Araújo terá como uma das missões conferir o arcabouço teórico às ideias do futuro presidente. Esta é a análise de Eliane Cantanhêde em sua coluna no Estadão. “Enquanto chanceler, ele estará mais para assessor do presidente, desses que escrevem seus discursos, desenvolvendo de forma articulada as ideias do chefe. Bolsonaro adora Trump? Araújo lhe fornece motivos teóricos. Implica com a China, maior parceiro comercial do Brasil? Lá está ele a postos para dar alguma sustentação à implicância.”


Um comentário

  1. Carlos Picheth
    sexta-feira, 16 de novembro de 2018 – 18:41 hs

    Eliane Catanhêde está equivocada, ao meu ver. Que vai assessorar o Presidente Bolsonaro nestas questões deverá ser o Felipe Martins, aluno do professor Olavo de Carvalho, e conhecido como Cassandra, em alusão a Deusa da Mitologia que previa o futuro. Aliás, as previsões dele mataram os analistas tradicionais, que ignoram as métricas e os conceitos históricos para agirem como torcedores do status quo. De qualquer modo, o Presidente estará em excelentes mãos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*