Noruega tem de aprender conosco sobre preservação ambiental, diz Onyx | Fábio Campana

Noruega tem de aprender conosco sobre preservação ambiental, diz Onyx

“O Brasil preservou a Europa inteira territorialmente, toda a União Europeia, com as nossas matas, mais cinco Noruegas. Os noruegueses têm que aprender com os brasileiros, e não a gente aprender com eles”, disse Onyx Lorenzoni, futuro ministro da Casa Civil, em entrevista coletiva em Brasília.
A declaração foi feita após Lorenzoni ter sido confrontado por um repórter, ao dirigir críticas à Noruega, de que o país escandinavo ajuda o Brasil a preservar o meio ambiente.
A nação europeia é a principal doadora internacional do combate ao desmatamento da Amazônia brasileira. Iniciado com um aporte de US$ 1,1 bilhão do governo da Noruega, o Fundo Amazônia chegou a US$ 1,2 bilhão (R$ 4,6 bilhões no câmbio atual) com doações da Alemanha e da Petrobras. A grana é depositada na proporção do sucesso obtido na redução do desmatamento. Quando a devastação cresce, como em 2015 e 2016, o fluxo cai.
“Ah é, sim, sim… A legislação brasileira não vale nada. O que nós fizemos não vale nada, o que vale é a Noruega. E a floresta norueguesa, quanto eles preservaram? Só uma pergunta importante que tem que ser lembrada”, disse, demonstrando irritação.
Onyx demonstrou estar exaltado após jornalistas começarem a fazer perguntas sobre meio ambiente. O primeiro questionamento sobre o tema foi feito sobre se Bolsonaro já definiu o futuro ministro do Meio Ambiente.

“Estamos debruçados, existem vários nomes, amanhã vamos conversar. Já temos uma linha. O presidente vai receber um pré-estudo que nós fizemos sobre uma série de questões que há no Brasil. Vocês lembram que ele mesmo falou na semana passada dos tais dos R$ 14 bilhões de multa, as ONGs nacionais e internacionais levam 40% desse dinheiro, só para a gente poder entender como é que estão as coisas acontecendo”, disse.

Ele disse que o futuro governo está muito preocupado com a distribuição de recursos para ONGs brasileiras e internacionais.

“Porque se a gente for olhar tecnicamente -isso ele [Bolsonaro] vai ver amanhã- a média de conservação dos países que têm território semelhante ao nosso, das suas matas, é de 10%. O Brasil tem 31% de preservação das suas matas. É três vezes mais”, afirmou.

Questionado sobre se sua afirmação indicaria que é possível elevar o nível de desmatamento no Brasil, Lorenzoni respondeu demonstrando irritação: “Claro que não, né, amigo? Seria uma irresponsabilidade escrever ou falar isso. Porque, primeiro, nós vamos preservar o Brasil. Agora, com altivez. Não dá para vir a ONG da Noruega ou lá da Holanda e vir aqui dizer o que é que a gente tem que fazer”.
Com informações da Folhapress.


5 comentários

  1. QUESTIONADOR
    terça-feira, 13 de novembro de 2018 – 15:20 hs

    -Gostei da entrevista do Lorenzoni: respostas curtas, diretas e sem hipocrisia para contentar os eco-chatos!!!

  2. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 13 de novembro de 2018 – 16:00 hs

    A Noruega tem menos habitantes do que a cidade do Rio de Janeiro. A população tem tudo garantido, do berço ao túmulo. Tudo lá é muitíssimo mais fácil de resolver, menos o frio polar durante quase o ano todo.

  3. Veredito
    terça-feira, 13 de novembro de 2018 – 16:35 hs

    ESTES GRINGOS PRECISAM SABER QUE AGORA O PAÍS TEM UM GOVERNO QUE PENSA NOS BRASILEIROS NÃO EM FAZER MÉDIA INTERNACIONAL COM O NOSSO SACRIFÍCIO.A BANDEIRA DO BRASIL AGORA É VERDE AMARELA, BRANCO E AZUL ANIL, COMO ALIÁS SEMPRE FOI, MENOS PARA UNS E OUTROS.

  4. troll
    terça-feira, 13 de novembro de 2018 – 18:00 hs

    Os europeus estão acostumados com governos fracos que, ao menor sinal de que não vão cortar a esmola já saem fazendo todas as vontades destes boçais. Gente que cortou todas as árvores, até as do jardim querendo se meter a nos dar conselhos? Esta hora ficou para trás, bronca de tostão se dava ao corrupto pestismo e ao presidento Dilmo, um banana sem vergonha na cara. Agora a conversa vai ser diferente, onde as ameaças não são mais toleradas

  5. Joao Jr
    terça-feira, 13 de novembro de 2018 – 18:18 hs

    A colocação do deputado Onix é corretíssima. Esse pessoal bens aqui dar palpite mas não olha pra sua casa.
    Chega de dar atenção pra essas ONGs estrangeiras, que devem ter outros interesses, além do ambiental

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*