MP aguarda decisão de Fux na Rádio Patrulha após solturas de Gilmar | Fábio Campana

MP aguarda decisão de Fux na Rádio Patrulha após solturas de Gilmar

Guilherme Voitch, Veja,
O ano ainda não acabou para o Ministério Público do Paraná (MPE). O MPE aguarda uma decisão do ministro Luiz Fux sobre o mandado de segurança impetrado pelo órgão contra o despacho do ministro Gilmar Mendes, que decidiu liberar todos os presos na Operação Rádio Patrulha.
Há expectativa é por uma decisão favorável de Fux, que tem tido uma postura mais alinhada ao Ministério Público do que Mendes. Nesse caso, uma nova etapa da operação, que apura o pagamento de propina em contratos de recuperação de estradas rurais no estado, pode ser deflagrada ainda neste ano. O ex-governador Beto Richa (PSDB) chegou a ser preso na primeira fase da Rádio Patrulha.
Outra investigação tocada pelo Ministério Público do Estado, a Quadro Negro, que apura desvios em obras de construção de escolas públicas no Paraná, também chega em sua fase derradeira. O MPE passa a mirar o núcleo político do esquema.


2 comentários

  1. Jéssica Cláudia
    segunda-feira, 5 de novembro de 2018 – 13:12 hs

    Todos estes figurões investigados na Operações Rádio Patrulha e Quadro Negro tem que serem presos e devolvam o dinheiro público que foi subtraído (Roubado) do povo!

  2. edison
    segunda-feira, 5 de novembro de 2018 – 14:00 hs

    os culpados nos desvios do dinheiro do povao do parana seja rico ou pobre corruptos tem de ir fazer compania pro eduardo cunha e pro lula pois lugar de corrupto ena cadeia

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*