Justiça nega pedido que tentava barrar reajuste do pedágio no Paraná | Fábio Campana

Justiça nega pedido que tentava barrar reajuste do pedágio no Paraná

A juíza Thais Sampaio da Silva Machado, da 1ª Vara Federal de Curitiba, negou o pedido feito pelo governo do Paraná para que não ocorresse o reajuste anual do pedágio. Por força de contrato, o reajuste acontece sempre no dia 1º de dezembro. As informações são de Katia Brembatti na Gazeta do Povo.

A decisão judicial considerou que a discussão sobre o valor da tarifa – motivada por um suposto esquema de irregularidades, revelado pela Operação Lava Jato – não pode impedir a aplicação anual da reposição inflacionária no pedágio, prevista em contrato.


3 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 30 de novembro de 2018 – 21:26 hs

    Desde a instalação das praças de pedágio no Paraná, o Estado apela para a Justiça para impedir o aumento anual do custo da tarifa. Jogando para a torcida. É entrar e perder. Os contratos foram muito bem amarrados.

  2. SERGIO SILVESTRE
    sábado, 1 de dezembro de 2018 – 0:16 hs

    As malas vai e vem,cheias,quase transbordando.E o interesse publico sra,

  3. CURITIBANO
    sábado, 1 de dezembro de 2018 – 22:59 hs

    FICOU FEIO DRA !
    NÃO JU$TIFICA POIS OS AUMENTOS , O OBJETIVO SERIA A REDUÇÃO DE VALORES COBRADOS POR ALGUNS PEDÁGIOS, MAS A DRA ESTÁ INDO NA CONTRAMÃO DISTO, E COMO RESULTADO PODEREMOS VOLTAR A TER NOVAS MOBILIZAÇÕES DE CAMINHONEIROS QUE NÃO VÃO GASTAR NADINHA !

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*