João Arruda vai articular o MDB na oposição | Fábio Campana

João Arruda vai articular
o MDB na oposição

Quem espera que João Arruda abandone a política, pode tirar o cavalinho da chuva. Ele permanece na ativa e vai se dedicar a reestruturar o MDB no Paraná. Quer o partido renovado, independente, na oposição, a defender as bandeiras que são suas. “Disputei a eleição com projetos de qualidade e pautas sobre a educação pública, previdência, redução de impostos, do preço da água e luz, IPVA, segurança, saúde, entre outros temas”, diz João, que quer manter o partido articulado em todas as frente de luta pelos interesses sociais mais amplos. Prono para disputar as municipais em 2010.

João Arruda fará um pronunciamento na Câmara dos Deputados, em Brasília. Será sua despedida do mandato de deputado federal e reafirmação de posições. “São bandeiras do MDB do Paraná que continuará vivo e se renovará a cada dia, através de um processo de reestruturação que já começou e ganhará mais força a partir do ano que vem. O resultado das urnas não invalida o debate permanente sobre o futuro, do qual fazemos e continuaremos fazendo parte”, completou o deputado.

Oposição e democracia – O deputado disse que não se arrepende nem um pouco da decisão que, segundo ele, custou uma eleição praticamente certa para mais uma legislatura. “Saí da zona de conforto para defender o meu Estado. Tenho convicção que uma eleição é apenas um capítulo de uma longa história”, afirmou.

João Arruda disse que se tem que respeitar os resultados da urnas, que há muito ainda a ser feito pelo país, mas que também pode discordar das opiniões e ações dos novos mandatários. “Há muitos anos, defendo a renovação do sistema político que fortaleça a nossa representação e que seja eficiente na reconstrução do nosso país”, disse.

“Isso não significa aceitar passivamente ou concordar com opiniões e atos dos novos eleitos. A combatividade faz parte do processo e ter uma posição contrária e de oposição às ideias, significa o reforço da democracia”, defendeu.


2 comentários

  1. Aguirre
    quinta-feira, 22 de novembro de 2018 – 20:46 hs

    Isto mesmo João. O importante é não perder a fleuma e continuar a discurseira, embora, seja prudente lembrar de que o seu direito de ser ouvido não inclui automaticamente o direito de você ser levado a sério.

  2. jorge Hardt Filho
    quinta-feira, 22 de novembro de 2018 – 22:09 hs

    Bolsonaro deve estar contente com um líder da competência de João Arruda na oposição.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*