Bolsonaro tem 'desconfiança' no plano de Guedes para a Previdência | Fábio Campana

Bolsonaro tem ‘desconfiança’ no plano de Guedes para a Previdência

Em resumo, o plano de Guedes*: Adotar um regime de capitalização em que cada um escolhe o valor necessário para sua própria aposentadoria, deixando de contribuir para que a Previdência mantenha a aposentadoria dos mais velhos; fixação de idade mínima de 65 anos para homens e mulheres; regra de transição mais rápida do que a pensada pela equipe de Michel Temer.
Bolsonaro em entrevista para Band: “Não está batido o martelo, tenho desconfiança. Sou obrigado a desconfiar para buscar uma maneira de apresentar o projeto. Tenho responsabilidade no tocante a isso aí. Não briguei para chegar [ao poder)] e agora mudou tudo. Quem vai garantir que essa nova Previdência dará certo? Quem vai pagar? Hoje em dia, mal ou bem, tem o Tesouro, que tem responsabilidade. Você, fazendo acertos de forma gradual, atinge o mesmo objetivo sem levar pânico à sociedade”.

*  Paulo Guedes trabalha para reforma da Previdência a partir de plano arquitetado em conjunto pelo ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, e pelo especialista em Previdência Paulo Tafner.


Um comentário

  1. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 6 de novembro de 2018 – 13:07 hs

    Ninguém quer mexer no queijo camembert, brie e port salue das aposentadorias, especialmente as públicas. O MP, Judiciário, Legislativo e carreiras de marajás do Executivo vão se levantar e obstruir qualquer tentativa de impedir que se aposentem com 50 e poucos anos, contando o tempo do escotismo e do colégio militar. Quem vai se ferrar novamente, como sempre, é o trabalhador privado. O resto é conversa fiada pra boi dormir.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*