Auxílio-isso e auxílio-aquilo do TC | Fábio Campana

Auxílio-isso e auxílio-aquilo do TC

Foi encaminhado ontem à Assembleia Legislativa pelo presidente do Tribunal de Contas do Paraná, Durval Amaral, projeto de lei que versa sobre os valores do auxílio-creche e auxílio-saúde dos funcionários do TC.
Para o auxílio-creche valor de R$ 792,28. O auxílio-saúde varia, a depender da idade, entre R$ 353,99 e R$ 1.297,19. Sendo que este último se estende ao auxílio-funeral, que no texto ganha interessantes pormenores: pagamento equivalente a uma remuneração do falecido a quem provar que teve despesas com funeral de servidor efetivo, ativo ou inativo, daquele tribunal. E não só isso: “transporte ou meios para mudança à família do servidor, quando este falecer fora do Estado do Paraná, no desempenho do cargo ou de serviço. Parágrafo único. O Tribunal de Contas poderá custear o translado do corpo do servidor falecido de que trata este artigo”.


7 comentários

  1. jose
    quinta-feira, 22 de novembro de 2018 – 9:27 hs

    é o fim da picada. não tem o menor dos”semancol” vivem em pasárgada….
    O que deveria é rever os percentuais de participação na LOA deste tce, ale, tj mp com túnel que atravessa um prédio a outro, eita beleza de província, licenças especiais que pagam a “la gordaça” assim sem o menor aperto,……..vtnc

  2. quinta-feira, 22 de novembro de 2018 – 9:33 hs

    SERIA SÓ MAIS UM TRUQUÍNHO PARA NÃO DIMÍNUÍR O REPASSE???KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!

  3. FUNCIONARIO PUBLICO
    quinta-feira, 22 de novembro de 2018 – 11:40 hs

    É UMA V E R G O N H A , UM ÓRGÃO CRIADO PARA FISCALIZAR E MORALIZAR O USO DOS RECURSOS PUBLICOS FAZER ALGO COMO ISTO. NUM ESTADO ESTADO QUE SE DIZ MORALISTA REALMENTE ISTO É UMA V E R G O N H A

  4. hein
    quinta-feira, 22 de novembro de 2018 – 12:00 hs

    Vaõ si fuder

  5. quinta-feira, 22 de novembro de 2018 – 12:46 hs

    Com a palavra Durval Amaral, citado escandalosamente na operação Quadro Negro…!

  6. carlos roberto caetano
    quinta-feira, 22 de novembro de 2018 – 13:17 hs

    Acho uma vergonha este tipo de atitude sendo que todos privilegias se estendem somente ao Judiciário Legislativo e Tribunal de Contas sendo que os funcionários públicos do poder executivo não tem vale alimentação, auxilio saúde ou auxilio creche e não se quer teve o aumento prometido pela governadora Cida que seria de 1% com data retroativa a junho sendo que isto que ela prometeu e não cumpriu so digo uma coisa os recursos publico saem da arrecadação do Tesouro Geral do Estado sendo que tinha que ter uma lei para todos servidores de forma única acabar com privilégios dos outros poderes que são muitos .

  7. servidor atento
    quinta-feira, 22 de novembro de 2018 – 17:35 hs

    e o restante é resto ?

    E como fica o funcionalismo do Poder Executivo há 35 meses com os mesmos salários (desde jan.2016): uma defasagem salarial de quase 15% e uma perda salarial de 2 salários !

    E ainda, sem benefícios assistenciais, auxílios e gratificações adicionais, com acontece no MPR-PR / TCE-PR E TJPR !

    E sobre isso eles nada dizem ?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*