Outubro Rosa começa com ações no Centro de Curitiba | Fábio Campana

Outubro Rosa começa com ações no Centro de Curitiba

Paraná Portal,
A campanha Outubro Rosa, que alerta para o câncer de mama, começa hoje com várias atividades de conscientização no Centro de Curitiba.
Durante todo o dia haverá programação especial na calçada da XV de Novembro, com sorteio de brindes, apresentações teatrais e da banda da Polícia Militar, aferição de pressão e teste de glicose, informações sobre reconstituição e pigmentação da mama, demonstrações de maquiagem e tratamentos estéticos que ajudam a melhorar a autoestima. Profissionais da Secretaria Municipal da Saúde darão orientações sobre o autoexame das mamas. 

A ação é realizada pela Secretaria Municipal da Saúde, Associação Comercial do Paraná e pelo Conselho da Mulher Empresária.

Neste ano, o mote da campanha é “Prevenir é um ato de coragem. Lute pelo que te faz feliz”. O objetivo é chamar a atenção das mulheres sobre o autocuidado, prevenção e exames de rotina.

“A prevenção é importante durante todo o ano, mas o Outubro Rosa tornou-se um marco para relembrarmos as mulheres para que não se descuidem”, afirma a secretária municipal da saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

O câncer de mama é o que mais causa morte entre as mulheres, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). O risco cresce, principalmente, após os 50 anos. Por isso, diagnóstico e tratamento precoce são essenciais para a cura.

Onde fazer o exame

Em Curitiba, a acompanhamento da saúde da mulher pode ser feito nas 111 unidades básicas de saúde. É a unidade que encaminha, quando necessário, a mulher para a realização da mamografia em um dos prestadores de serviço da rede.

Para mulheres com 50 anos ou mais, a mamografia de rotina é feita a cada dois anos. Quem tem ou teve algum familiar com câncer de mama ou ovário, deve procurar orientação na unidade de saúde, para realização precoce de acompanhamento.

Outra recomendação é a realização periódica do autoexame das mamas. Caso alguma alteração seja encontrada, deve-se procurar um profissional de saúde.

“Nós não temos fila para marcação da mamografia, então é importante que as mulheres busquem a sua unidade de saúde para fazer o acompanhamento”, enfatiza Márcia.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*