Luz amarela para Flávio Arns | Fábio Campana

Luz amarela para Flávio Arns

Acendeu a luz amarela no arraial de Flávio Arns, que se elegeu senador pelo Rede de Marina Silva e pegou todos os seus concorrentes de calças curtas. Acontece que ele era o secretário de Educação de Beto Richa à época dos acontecimentos que levaram o Ministério Público estadual a iniciar uma operação para investigar o desvio de recursos da construção de novas escolas públicas estaduais. A Operação é a Quadro Negro e envolve políticos e empresários delatados pelo diretor da secretaria de Educação, na época, Maurício Fanini. Flávio Arns, segundo políticos envolvidos, era o ordenador de despesas da área, assinou as autorizações e, portanto, seria o responsável principal pelos desmandos, por conivência ou por omissão, dizem.


4 comentários

  1. quinta-feira, 25 de outubro de 2018 – 18:34 hs

    O INFERNO É NA TERRA MESMO TCHÊ,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!

  2. Tia Amélia
    sexta-feira, 26 de outubro de 2018 – 11:29 hs

    A Operação Quadro Negro vai tirar máscaras de bonzinhos e honestos, logo irá colocar figurões no xadrez!

  3. QUESTIONADOR
    sexta-feira, 26 de outubro de 2018 – 12:30 hs

    -É impressão minha ou estão tentando jogar a vitória para o senado do Flávio Arns por água abaixo para emplacar Maria Louca comedora de mamona!!!!
    -Se isto acontecer virou casa da mãe joana mesmo….é o fim do Paraná!!!

  4. sexta-feira, 26 de outubro de 2018 – 18:42 hs

    Arns não é disso Campana… Menos!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*