Jogo bruto em Alagoas | Fábio Campana

Jogo bruto em Alagoas

Radar, VEJA

A última semana da corrida eleitoral reserva o pior dos candidatos. Em Alagoas, começou o tiroteio. Benedito de Lira corre perigo de não se eleger, por isso, passou a fazer ataques contundentes a Renan Calheiros e Maurício Quintella – com direito a flash mob em semáforo e acusações na televisão – Lava-Jato para cá, “ladrão de ovos” para lá.

Renan nunca foi de atacar adversários direitos. Ele sugere, faz comentários à boca pequena, mas vê-lo espinafrando publicamente um oponente é raro – Michel Temer é exceção à regra, mas eles não disputam votos.

Acontece que até o emedebista entrou na roda e disparou contra Lira nas redes sociais. “Biu está desesperado! […] Traiu trabalhadores e aposentados. Alagoas não aceita velhacaria”, escreveu em postagem no Instagram. Renan vai dosar os ataques: no horário eleitoral, jamais. Questão de estilo.

Chamado de “ladrão de ovos”, Quintella não deixou por menos. O ex-ministro de Michel Temer respondeu às acusações de Biu dizendo que ele também está envolvido na Lava-Jato e estaria desesperado com a possibilidade de perder a eleição.


2 comentários

  1. eleitor desmemoriado
    quinta-feira, 4 de outubro de 2018 – 15:35 hs

    KKK os alagoanos parecem ainda viver nos tempos da República Velha, naquele em que os coronéis com os seus capangas elegiam os seus candidatos. Terra de coronel é assim mesmo, trata o eleitor como fosse empregado, aí só resta a este obedecer a vontade do patrão. E esta é a única região do País em que o poste do 51 está na frente.

  2. sexta-feira, 5 de outubro de 2018 – 5:44 hs

    Pega fogo cabaré, . … Serpente mordendo cobra , dia 8 estarão tomando uma , e negociando .

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*