Cida reforça importância de nova ponte entre Brasil e Paraguai | Fábio Campana

Cida reforça importância de nova ponte entre Brasil e Paraguai

A governadora Cida Borghetti reforçou ao presidente Michel Temer a importância e a necessidade da construção da segunda ponte em Foz do Iguaçu, ligando Brasil e Paraguai. “Gostaria que o presidente acompanhasse de perto as tratativas para a construção dessa segunda ponte que ligará Foz do Iguaçu ao Paraguai. É uma obra esperada há mais de 40 anos. Esse é um assunto tratado com muita atenção pelo nosso governo e, tenho certeza, que o apoio do presidente para esta obra deixaria um grande legado em sua história”, disse Cida Borghetti nesta terça-feira, 16, durante encontro na ACP (Associação Comercial do Paraná) em Curitiba.

Ainda em setembro, Cida se reuniu em Assunção com o presidente paraguaio Mario Abdo Benítez e tratou da construção da ponte que dever ser custeada pela Itaipu Binacional, aproveitando a licitação realizada pelo Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). O custo da execução está estimado em US$ 70 milhões. A segunda ponte, ao lado do Marco das Três Fronteiras, também terá obras de acesso.

Homenagem – Em Curitiba, Temer apresentou um balanço de seu governo e falou sobre a economia brasileira e recebeu o título Cidadania ACP. Segundo o presidente da entidade, Gláucio Geara, a homenagem é um reconhecimento a pessoas que se destacam no mundo dos negócios, na política, nas profissões liberais e em outros setores.

Com 128 anos, a Associação Comercial do Paraná é uma entidade representativa do comércio varejista e da prestação de serviços, e reúne cerca de 30 mil associados. Também participaram do evento o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, e o presidente da Câmara Municipal de Curitiba, Serginho do Posto.


2 comentários

  1. johan
    terça-feira, 16 de outubro de 2018 – 19:35 hs

    Caro FÁBIO, há necessidade de ilustrar a governadora CIDA de que mais uma ponte rodoviária pouco acelera a ligação com o Paraguai. Entendemos que esse processo passa por uma obra de grande porte, contemplando na mesma unidade, pista dupla rodoviária e ferroviária. Os gestores paranaenses não podem mais pensar em obras de “puxadinhos”, já passamos dessa fase. Devemos deixar o atraso para trás, com os olhos no futuro.. Atenciosamente.

  2. troll
    quarta-feira, 17 de outubro de 2018 – 16:45 hs

    KKK esta ponte está mais do que atrasada, quando será que ela vai sair do “campo das intenções”? Aposto que se passarem o chapéu entre o empresariado de Foz e de Ciudad del Leste a grana sai na boa, sem precisar pagar propinas para ninguém.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*