Cida aumenta orçamento e corrige salário dos professores PSS | Fábio Campana

Cida aumenta orçamento e corrige salário dos professores PSS

“A educação e a valorização dos professores são prioridades”, afirmou a governadora e candidata à reeleição Cida Borghetti nesta quarta-feira em Cascavel. Cida destacou que destinou para o ano que vem R$ 1,2 bilhão a mais para a área e esse recurso permite, entre outras melhorias, a correção dos salários dos professores contratados pelo Processo Seletivo simplificado (PSS).

“A mudança já começou. Estamos garantindo mais recursos para a Educação e a correção da distinção salarial entre os PSS e os professores do quadro”, disse.

A valorização salarial dos PSS era uma demanda do setor. Durante o ano de 2018, os profissionais selecionados tiveram salários de R$ 2.300,00.

Os profissionais que serão contratados para atuar no ano que vem receberão o salário no valor de R$ 2.831,00 para uma carga horária de 40 horas semanais.

“A medida corrige uma distorção que havia no salário dos professores contratados por regime especial. Ouvi esta demanda e determinei que as Secretarias da Fazenda e da Educação fizessem os cálculos necessários para solucionar essa situação no edital do PSS de 2019 “, explicou.

“Isso é justiça aos nossos valorosos professores”, acrescentou a governadora.

OUTRAS DEMANDAS – Cida Borghetti lembrou que outras demandas do setor foram atendidas nos últimos meses.

“Aumentamos os salários das merendeiras que ganhavam abaixo do salário mínimo regional, reajustamos o vale transporte de 15 mil apoiadores da Educação e estamos pagando mais de R$ 200 milhões de uma dívida trabalhista histórica do Estado com professores”, enumerou.

“Com diálogo, responsabilidade e gestão eficiente vamos construindo um Paraná melhor para se viver”, reforçou.


8 comentários

  1. sexta-feira, 5 de outubro de 2018 – 17:00 hs

    ESSA NOSSA GOVERNADORA, É COISAS DOS DEUSES NÉ?KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!

  2. eleitor atento
    sexta-feira, 5 de outubro de 2018 – 17:29 hs

    Esquecidos e excluídos …

    Mas, o restante do funcionalismo, aqueles do Poder Executivo, está amargando um duríssimo arrocho salarial desde janeiro de 2016.

    São 34 meses a espera de dignidade, valorização e respeito (sem a reposição da mísera inflação)..

    A defasagem salarial já aproxima-se de 15% e a perda salarial já chega a quase 2 salários por ano !

    Com a palavra as autoridades governamentais do Paraná !

  3. Dreifus
    sexta-feira, 5 de outubro de 2018 – 17:56 hs

    E lá se foi a economia de recursos públicos feito por Beto Richa!!!

    Populismo, com dinheiro do povo, na reta final das eleições!!!

    Deveria ser proibido dar reajuste salarial três meses antes e após as eleições!!

  4. Claudia
    sexta-feira, 5 de outubro de 2018 – 19:07 hs

    O nome disso é RESPONSABILIDADE! Usar o dinheiro para o que é prioritário. Parabéns, Cida.

  5. Funcionário Aposentado
    sábado, 6 de outubro de 2018 – 10:22 hs

    E nós aposentados dona governadora?

  6. André Laeddis
    sábado, 6 de outubro de 2018 – 10:53 hs

    Os servidores do Estado e da Prefeitura de Curitiba não vão votar na Cida e no Greca. Governo que congela salário não se elege nunca mais.

  7. sábado, 6 de outubro de 2018 – 12:18 hs

    Enquanto isso , os aposentados da SESA, com lei aprovada e sancionada pelo então governador Beto Richa , no que tange a migração de quadro próprio do QPPE para o QPSS, amargam um silencio escabroso e humilhante….ou seja, Estatuto do Idoso é para inglês ver… eu acho.

  8. liberdade total
    sábado, 6 de outubro de 2018 – 13:27 hs

    E OS SALÁRIOS DOS PROFESSORES CONCURSADOS FICA NA MESMA HEIN DONA CIDA ?????????????????????

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*