Calma, gente | Fábio Campana

Calma, gente

A época é propícia a ansiedades de quem almeja um cargo, uma sinecura, no governo que se instalará no dia 1º de janeiro. Daí a eclosão do tititi nos bastidores, onde circulam as informações mais disparatadas sobre a escalação de Ratinho Jr. Calma, gente. Os boatos são mais rápidos que a informação séria e aumenta ainda mais a pressão da legião de pretendentes.

Para entender como andam as coisas no reino de Ratinho Jr é preciso considerar o que ele diz e o que faz. Há três critérios que ele usa para pensar a nova equipe. Pela ordem:

1 – Ratinho Jr aboliu a pressa. A ansiedade não é dele e não adianta pressioná-lo que desse mato não sai coelho tão cedo. O primeiro critério é esse, absoluta serenidade e descarte de nomeações pela linha dos amigos do peito e da corriola. As escolhas vão considerar, antes de tudo, capacidade de gestão, formação técnica e identidade com o programa básico que inclui a adoção de novas tecnologias.

2 – Ratinho Jr não está à procura de gestores competentes e sintonizados com a contemporaneidade do mundo entre os políticos e os velhos gestores de outros carnavais. Ele está ouvindo representantes de cada área na sociedade. Por exemplo: se reúne com os profissionais da área médica e ouve, antes de tudo, ouve, ponderações e sugestões sobre a nova política de saúde pública. Faz o mesmo nas outras áreas: agricultura, educação, desenvolvimento econômico, por aí vai.

3 – O terceiro critério é rigoroso. Ratinho quer nomes que não tenham qualquer vínculo com os processos que investigam corrupção no governo anterior e também tenham currículo ilibado.

É esse o quadro. Não há nomes preestabelecidos. Há o time mais próximo, super identificado com Ratinho Jr no plano pessoal e político, merecedor de sua confiança. Mas isso também não significa que já estejam contemplados.

Em tempo: ninguém está autorizado a tratar, negociar, conduzir nomeações.


6 comentários

  1. EU
    quinta-feira, 18 de outubro de 2018 – 16:57 hs

    kkkkkkkkk. Honesto? Competente? O governador camundongo júnior terá que se livrar de muita gente que o cerca!

  2. troll
    quinta-feira, 18 de outubro de 2018 – 17:40 hs

    KKK coitado do Ratinho, já deve estar cansado de r tanta conversa. Mas o mais difícil dos três requisitos é o último, não é fácil encontrar gente sem bronca e com uma capivara branquinha, sem nada.

  3. Servidor Público
    quinta-feira, 18 de outubro de 2018 – 18:56 hs

    Bem que o Governador eleito faz!

    Tem muita gente que pulou do jipe aos 45 do segundo tempo e virou Ratinho desde criancinha e passou jurar ex-colegas sob o tom de ameaças e perseguição! Mas na verdade foram chefes e diretores no Governo Richa durante 7 anos e não fizeram muita coisa, pelo contrário, ajudaram a afundar o ex governador!

    Muitos destes que pularam do jipe possuem folha corrida extensa e querem postos para apagar os rastros!

    Se o Ratinho bobear logo ficará envolvido e corre o risco de ter sua imagem manchada já na largada!

  4. Tiago Marano
    quinta-feira, 18 de outubro de 2018 – 21:32 hs

    Legal essa postura. E não deveria ser outra. Ela parece estar ciente ao direcionamento que quer levar sua gestão e sabe que para o Paraná e Brasil será preciso muita seriedade e compromisso para alavancar boas mudanças sociais e econômicas, numa economia muito fraca ainda para esse segundo semestre.

    É preciso muita atenção nessa hora para que detalhes não passem desapercebidos.

    Faço boa torcida!

  5. Tinho
    quinta-feira, 18 de outubro de 2018 – 21:37 hs

    Esperamos que o Governador Ratinho Massa, venha a prestigiar de fato as Secretarias com servidores próprios de carreiras de cada Secretaria, retirando os estranhos e devolvendo às suas origens.

  6. EU ACOMPANHO
    sexta-feira, 19 de outubro de 2018 – 11:15 hs

    O Ratinho tem tudo para fazer um Governo totalmente diferente e inovador, conforme seu própio discurso de campanha. Sinceramente espero que não venha decepcionar a população paranaense que acreditou em suas propostas; Inclusive não tem como esquecer – o discurso forte no sentido de realizar cortes de gastos e de secretarias…gerando economias para produzir a um novo paraná. estou acompanhando desde de já!! ahhh, desde do inicio da campanha!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*