Vice de Bolsonaro critica 13º salário | Fábio Campana

Vice de Bolsonaro critica 13º salário

General Hamilton Mourão, vice na chapa de Bolsonaro, sem medo de ser feliz, falou a um grupo de empresários de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul: “Temos algumas jabuticabas que a gente sabe que é uma mochila nas costas de todo empresário. Jabuticabas brasileiras: 13º salário. Se a gente arrecada doze, como é que nós pagamos treze? É complicado, e é o único lugar em que a pessoa entra em férias e ganha mais, é aqui no Brasil. São coisas nossas, a legislação que está aí, é sempre aquela visão dita social, mas com o chapéu dos outros, não é com o chapéu do governo”.

(Foto: Paulo Whitaker/Reuters)


15 comentários

  1. quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 13:40 hs

    Não só o 13o e férias como todos os outros “direitos”
    Será que não percebem que v o próprio trabalhador paga por todos esses direitos, através de salário baixo e alta tributação no consumo?
    O estado não tem que tutelar o trabalhador, cada um deve escolher a forma como quer gastar o salário.
    O cara passa a vida toda numa vidinha de merda só pra ter direito a 13, férias, e fundo de garantia.
    Isso é atraso!!!

  2. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 13:57 hs

    Isso é peanuts. Dinheiro pra pinga. Os altos barnabés de luxo ganham muito mais. Algumas corporações tem 60 dias de férias acrescidas do terço, além do famigerado auxílio-moradia; licenças remuneradas para estudar no exterior; auxílio-livros; etc,etc,etc… Sem falar na aposentadoria integral com pouco mais de 50 anos de idade, em que se conta até o tempo do escotismo. E alguns convocam entrevista coletiva e assessoria de imprensa para se gabar da aposentadoria aos 50 e poucos de idade, fazendo com que o populacho se sinta trouxa.

  3. Zezão
    quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 14:03 hs

    Atraso é juízes com altos salários terem auxilio moradia, Universidades paga para seus filhos, plano de saúde para toda familia, telefones, carros, alugueis e outras mordomias para os políticos. Agora 13ª para o trabalhador é ATRASO ?????????????????????????????????

  4. Paulao da Regulagem
    quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 14:13 hs

    São pérolas como essas que estão encorpando a candidatura do Haddad…só Deus na causa….depois querem que o povo vote!!! Lastimável!!!

  5. Agnaldo Enézimo
    quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 14:40 hs

    E eu, que trabalho feito um condenado, estudei muito na vida, tudo para ganhar bem e sustentar a minha família. Mas pago imposto feito um louco, e esse imposto que eu pago, uma parte é roubada nos atos de corrupção, desvios e propinas, e outra parte vai pro bolsa família, ou seja, eu trabalho para sustentar a minha família e mais um monte de famílias. E com você que está lendo, acontece a mesma coisa. Com essas ideias esquerdistas, petistas, comunistas, nós é que nos matamos de trabalhar para sustentar essa farra. PT nunca mais!

  6. Recalque
    quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 14:53 hs

    E este senhor que passou a vida com a bunda gorda num quartel, dando ordem, esculachando recrutas e ganhando polpudos salários. Aposto que as filhas dele não casaram para recebe até hoje a pensão sem nunca ter feito nada.

  7. Luisa
    quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 14:54 hs

    Não so trabalhador que paga essa conta. Os empresarios que geram empregos honestamente também. Principalmente os micro e pequenos empresários que, quando tem sorte, consegue sobrevivem por mais de 2 anos em atividade. Pobre acha que paga tudo. Que paga imposto e salario dos outros. Todos nós pagamos impostos embutidos. Acontece que a carga tributario para se ter um negócio pequeno tbm é enorme e os tributos municipais, estaduais e federais inviabilizam boa parte da geracao de empregos. Os trabalhadores tem que se unirem com os microemoresarios e quebrarem esse estigma que o chefe explora o coitado. Vire chefe então e deixe de ser coitado.

  8. ALEX
    quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 15:25 hs

    Boca fechada não entra mosquito

  9. Petrus
    quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 16:23 hs

    Obviamente, isso COLOCOU UM FIM na candidatura de Bolsonaro!!

    Se Mourão não RENUNCIAR HOJE à candidatura a vice, Bolsonaro perde feio para o PT!!!

    O ideal, para evitar a volta do PT, seria o próprio Bolsonaro renunciar, dando lugar a Ciro, Marina ou Alckmin, para enfrentar a Quadrilha no segundo turno!!

  10. Gaudério do Piquiriguaçu
    quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 16:43 hs

    Com um vice que diz uma asneira dessas, a Revolução Bolsonariana não precisa de inimigo para ser derrotada. Nem mesmo a “Redentora” de 64 ousou extinguir o 13o instituído por Goulart em 1962; pelo contrário, regulamentou-o em 1965. E qualquer pasteleiro sabe o que o 13o representa para incrementar comércio e serviços nos finais de ano.

  11. quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 16:44 hs

    O ideal seria fazer os Petistas voltarem a ser trabalhadores. A Vagabundice intitucionalizada defazou nossas escolas. Mão de obra não fica nem 6 meses e já quer seguro desemprego, deixando o empresário na mão e com uma reclamatoria trabalhista temerária nas costas.
    Trabalho e Estudo vs PT!! O PT é um Partido dos Seus Proprietários e Associados, e não mais dos trabalhadores.
    Petista não acorda cedo. Vai no Bar do Beck ali na reitoria discutir o sentido da vida e fazer sexo, depois do beck.
    Juventude sequer acorda para votar no segundo turno, quande de ressaca por ter bebido para protestar contra o sistema. Daqui 10 anos o mercado será propicio aqueles com mais de 40 anos.

  12. Silvio
    quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 17:07 hs

    Que tal este senhor falar a respeito dos benefícios dos militares, como por exemplo, o fato dos militares se reformarem com promoção e soldo integral… pensão vitalícia às suas filhas solteiras… o trabalho de só meio expediente às sextas…
    Nem Bolsonaro, nem Haddad!!!

  13. Valdi
    quinta-feira, 27 de setembro de 2018 – 19:00 hs

    $ 12.000,00(Salário anual)+ R$ 1.000,00 (13º salário)= R$ 13.000,00(Salário anual mais o 13º salário)

    E o trabalhador acredita piamente que o 13º é um “salário extra”. Façamos agora um rápido cálculo aritmético:

    Se o trabalhador recebe R$ 1.000,00 mês e o mês tem 4 semanas, significa que ganha por semana R$ 250,00.

    R$ 1.000,00 (Salário mensal) dividido por 4 (semanas do mês) = R$ 250,00 (Salário semanal)

    O ano tem 52 semanas (confira no calendário se tens dúvida!). Se multiplicarmos R$ 250,00 (Salário semanal) por 52 (número de semanas anuais) o resultado será R$ 13.000,00

    R$ 250,00 (Salário semanal) X 52 (número de semanas anuais)= R$ 13.000,00

    Diante dessa constatação, meu caro amigo empresário, você não está sendo “bonzinho” ao pagar o 13º salário. Esta exclusivamente realizando O PAGAMENTO PELO TEMPO TRABALHADO NO ANO

  14. QUESTIONADOR
    sexta-feira, 28 de setembro de 2018 – 11:00 hs

    -O leitor Valdi está correto…o cálculo é real…!!!
    -Está errado o General Mourão as declarar o que ele declarou…e mais ainda os empresários que acham que estão dando “esmola” para o trabalhador!!!
    -O 13 salário é dinheiro do próprio trabalhador, não é do empresário e muito menos do governo.
    -Mandem o Mourão calar a boca…vai ferrar a vitória do Bolsonaro!!!

  15. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 28 de setembro de 2018 – 11:23 hs

    Certo colunista de jornalão saiu citando países onde há o 13º, entre eles os cucarachos Panamá, Colômbia, Argentina, etc, que não servem de bom exemplo para nada. Há também a Itália, que foi berço da CLT brasileira e sede do maior partido comunista da Europa e não anda lá muito bem das pernas. Falou da Alemanha que tem apenas em acordos sindicais e não na legislação. Ainda Portugal, que não fosse a enorme reforma de benefícios sociais que teve que fazer por imposição da UE, teria ido à falência como a Grécia. O Brasil é o paraíso do dolce far niente trabalhista, cujas leis tratam o trabalhador como se fosse um oligofrênico e o patrão como se fosse um feitor de escravos. Precisa coragem para enfrentar essa corporação.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*