Sem propostas para salário mínimo | Fábio Campana

Sem propostas para salário mínimo

O que está na proposta dos presidenciáveis a respeito de reajuste para o salário mínimo? NADA! Segundo a aColuna do Estadão, Jair Bolsonaro, Ciro Gomes, Geraldo Alckmin e Marina Silva ignoram o tema. Fernando Haddad reservou apenas um parágrafo na sua proposta. A lei que estabelece o aumento do mínimo com base na inflação e no crescimento do PIB perde a validade em 1.º de janeiro. Assim, o próximo presidente poderá escolher se e como reeditará essa política.
Procurado pela Coluna, a campanha de Alckmin diz que o salário mínimo será prioridade do seu governo, mas não detalhou a proposta. Ciro também não especificou. Diz que deve anunciar a sua ideia na reta final da campanha.
Haddad registrou no TSE que manterá a atual política para o mínimo, acrescentando que garantirá aumento real mesmo quando não houver crescimento do PIB. Só não explica como. A campanha de Bolsonaro não respondeu.
Marina Silva defende o reajuste anual pela inflação e ganho real só quando o Brasil voltar a ter superávit primário.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*