Palanque deserto | Fábio Campana

Palanque deserto

Guilherme Boulos: “Líder do Centrão diz que apoio a Alckmin foi fruto de conversas “transparentes e republicanas” e que não houve negociação de ministérios ou cargos de governo, Claro que acreditamos, afinal isso nunca aconteceu no Brasil…”.
Augusto Nunes: “Guilherme Boulos, candidato à Presidência pelo PSOL, no Twitter, fingindo que, se tivesse alguma chance de ir além da chefia dos sem-teto, não faria o diabo para ter a companhia do Centrão, que durante anos ajudou Lula e Dilma a quebrarem o país”.


2 comentários

  1. antonio carlos
    quinta-feira, 2 de agosto de 2018 – 18:25 hs

    Um pirando nas declarações e o outro pirando nas contrarrazões.

  2. quinta-feira, 2 de agosto de 2018 – 18:33 hs

    Armadilha do Boulos, não caiam nessa, Comunista não é Confiável! Fora Boulos! Lula PRESO….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*