OSMAR DIAS OFICIALIZA SUA DESISTÊNCIA DE CONCORRER AO GOVERNO | Fábio Campana

OSMAR DIAS OFICIALIZA SUA DESISTÊNCIA DE CONCORRER AO GOVERNO

Osmar Dias deixou de ser candidato a governador do Paraná pelo PDT. Emitiu uma nota em que expõe suas razões. Todas elas demonstram a incompatibilidade de Osmar e seus princípios éticos com as regras atuais do jogo político. Anota é o que segue:

COMUNICADO AOS PARANAENSES

Reorganizar o Estado, acabar com o loteamento de cargos, romper com um modelo de governo em que impera o compadrio, a nomeação de pessoas sem qualificação, sem capacidade, libertá-lo dos vícios do patrimonialismo e combater com rigor a corrupção que contaminou as instituições públicas, recuperando o respeito e a confiança da população nas autoridades.Coragem e determinação para isso foi o que demonstrei em toda minha caminhada.

Durante meses a fio lutei incansavelmente para construir uma frente política que não me deixasse só numa batalha desejada por toda a sociedade.Encontrei muita gente, nas ruas e nas estradas, sintonizadas com essas ideias, exigindo que as mudanças sejam feitas para não permitirmos que o Paraná e o Brasil sejam empurrados para uma crise ainda mais profunda. Mas percebi que o sistema político sem reformas não aceita na prática o discurso de mudança que todos os políticos pregam em época de eleição. Por ingenuidade ou excesso de confiança acreditei que como eu os políticos de todos os partidos haviam compreendido o momento grave que estamos vivendo.

Não cedo jamais em valores e princípios. Aceito discutir e construir alianças políticas que sejam para atender o interesse público. Mas não negocio com o interesse público, não faço acertos perniciosos à sociedade para contemplar pessoas ou grupos políticos que não medem consequências nem custos para ter o poder e repartir suas benesses com amigos e parentes.

Não agrido minha consciência em troca de tempo de TV, ou de apoio com base em barganhas escusas ou apoios hipócritas.Política não pode ser um jogo dominado por sentimentos e paixões negativas como vaidade, inveja, pensamento medíocre. Não aceito fazer parte disso!

Prefiro preservar minha história de trabalho e ter dignidade e respeito à minha família e amigos e às pessoas que verdadeiramente gostam e acreditam em mim. Por isso, comunico que não disputarei as eleições em 2018. Peço a compreensão e o apoio a essa difícil decisão que é definitiva. Agradeço sinceramente o carinho que sempre recebi dos paranaenses e, peço que Deus nos conceda suas bênçãos para que tenhamos um futuro melhor para o nosso Paraná.

Osmar Dias


9 comentários

  1. E os candidatos do Pdt
    sexta-feira, 3 de agosto de 2018 – 13:09 hs

    Mais é um impotente mesmo, centralizou, atrasou e não negociou com o PDT e agora deixa o partido na mão e os que desejariam concorrer nas proporcionais agora chupam o dedo. Você é um cagão inconsequente e não merece o respeito de ninguém.
    Iria votar no Dionizio para Deputado, mais agora não vou mais. Acho que talvez ele nem saia mais depois dessa.

  2. Sergio Carlos Empinottis
    sexta-feira, 3 de agosto de 2018 – 13:51 hs

    Lamentamos sua decisão mas respeitamos sua posição. A dignidade de um cidadão vale mais que todo o dinheiro ou posição política.

  3. HORA DA VERDADE
    sexta-feira, 3 de agosto de 2018 – 14:12 hs

    Evitou uma terceira derrota….mas quanto ao que disse que: ” por sentimentos e paixões negativas como vaidade, inveja, pensamento medíocre. Não aceito fazer parte disso!” e “Deus nos conceda suas bênçãos para que tenhamos um futuro melhor para o nosso Paraná.” ficam duvidas na sinceridade do desistente.
    O BRASIL NÃO EXISTE PARA O IRMÃO DO CANDIDATO A PRESIDENTE?

  4. João Bruning
    sexta-feira, 3 de agosto de 2018 – 14:13 hs

    Que Pena!!! Era meu candidato!!! Agora vamos ver no que vai dar! Vou ter que votar na Cida pois candidato da capital não dá mais!! As exceções que tinha eram os Irmãos Dias!
    Pelo jeito o Betinho vai ter que encarar mesmo uma para deputado federal, pois Osmar é senador praticamente eleito.

  5. Troll
    sexta-feira, 3 de agosto de 2018 – 14:19 hs

    E viva a probidade! kkk….
    Vamos ver o que vai sobrar para o probo homem!

  6. vick
    sexta-feira, 3 de agosto de 2018 – 17:03 hs

    Osmar não é má pessoa, mas é bocó!!! Embora turrão, acredita em Papai Noel, Boi Tatá, Mula sem Cabeça. E acreditava também em Requião, embora tenha despertado esta semana e chutado a canela desse Requião arruaceiro.

  7. kowalski
    sexta-feira, 3 de agosto de 2018 – 17:05 hs

    Osmar é do bem, mas é falso moralista. No governo petista da Dilma, Osmar foi indicado e ficou um bom tempo ganhando um bom salário como Vice-Presidente do Banco do Brasil. Agora vem falar em moralização…

  8. sexta-feira, 3 de agosto de 2018 – 18:56 hs

    Ele foi para o PT quis ser candidato,como uma virgem pura,achava que iria enganar o povo,mas todos lembram sua sua guinada para o Patido mia corrupto e imoral,para pegar um empreguinho.E mau caráter,tem que ficar fora da Campanhã do Alvaro,pois e um perde votos!!!

  9. sexta-feira, 3 de agosto de 2018 – 19:01 hs

    Este moço como se observa é um frouxo, meses correndo na mídia e agora corre do páreo, com receio do resultado das urnas. Falso moralista, não vi fazendo e essa ditas colocações quando estava no bem bom do alto cargo no BB, que deveria ser de funcionário de carreira concursado, não de presente para politico. Bom menos um.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*