Ogier Buchi diz enfrentar até 'mãe de Bolsonaro' por candidatura | Fábio Campana

Ogier Buchi diz enfrentar até ‘mãe de Bolsonaro’ por candidatura

Candidato do PSL de Jair Bolsonaro ao governo do Paraná, o advogado Ogier Buchi teve de enfrentar o próprio partido para participar do debate desta quinta-feira, o primeiro entre os candidatos ao governo do estado.

Buchi, que foi lançado durante convenção, diz que foi procurado na última terça-feira pelo deputado federal Fernando Francischini pedindo para que desistisse da candidatura. As informações são de Guilherme Voitch, na VEJA.

“Não desisti. Não sou homem de desistir. Só desisto se a Justiça assim determinar. Se não determinar, eu enfrento o partido, o Bolsonaro, a mãe do Bolsonaro, ou quem quer que seja”, disse.

A direção do PSL no Paraná não se manifestou oficialmente, mas VEJA apurou que a “intervenção” partiu do próprio Bolsonaro, que teria determinado o apoio à candidatura de Ratinho Júnior, nome do PSD que lidera as pesquisas de intenção de voto.

Nesta quinta, circulavam áudios no WhatsApp, com declaração de Bolsonaro em apoio a Ratinho.

Sem a chancela do PSL, a presença de Buchi chegou a ser questionada pela direção da Band. O candidato, porém, conseguiu uma declaração do TSE confirmando seu registro. “Vendo essa movimentação deles, eu me adiantei e registrei minha candidatura. Sou candidato e vou fazer valer o estatuto do partido que determina que todos os filiados me apoiem.”


4 comentários

  1. sexta-feira, 17 de agosto de 2018 – 8:55 hs

    Bah,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

  2. Alephe
    sexta-feira, 17 de agosto de 2018 – 10:03 hs

    estamos falando do laranja que levanta a bola da CIDA, sim o mesmo que tem empregado no governo de Borghetti Barros seus dois filhos com salários altíssimos. vai dormir Ogier….

  3. Curioso
    sexta-feira, 17 de agosto de 2018 – 10:53 hs

    Ok, o Ogie tem a família mamando nas tetas do governo. Mas e quem pediu pra ele desistir da candidatura pra dar a B…benção pro Ratinho Jr também não tem quase toda família mamando nas tetas da viúva? É vergonhosa a classe política paranaense.

  4. JOAO PAULO
    sexta-feira, 17 de agosto de 2018 – 17:12 hs

    Mesmo “não” candidato, foi o melhor no debate ontem. Enfrenta até a mãe do Bolso mas pede voto pro Bolso?? Não entendi isso.

    Se em 2014, sem problemas de candidatura, este ano não passa de 30 mil.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*