Mantida condenação de Richa para devolver verba usada em Paris | Fábio Campana

Mantida condenação de Richa para devolver verba usada em Paris

G1,
O Tribunal de Justiça do Paraná manteve a condenação do ex-governador Beto Richa (PSDB) e da mulher dele, Fernanda Richa, que determina a devolução de dinheiro público usado para uma estadia de dois dias em Paris, na França, durante uma viagem oficial, em 2015. Cabe recurso.
Com três votos a favor e dois contra, a 4ª Câmara Cível do TJ-PR decidiu nesta terça-feira (7) pela manutenção da condenação em 2ª instância.
O valor total do ressarcimento aos cofres públicos deve ser definido no momento da execução da sentença. 
A votação havia começado no dia 31 de julho, quando dois desembargadores tinham votado pela condenação e um pela absolvição. Na ocasião, o desembargador Abraham Lincoln Calixto pediu vista do processo.

Anteriormente, as desembargadoras Maria Aparecida Blanco de Lima e Astrid Maranhão já tinham votado pela condenação. A desembargadora Regina Portes havia votado pela absolvição.

Nesta terça, Calixto votou pela condenação e desembargador Hamilton Rafael Marins Schwartz pela absolvição.
Em nota, a defesa do ex-governador Beto Richa diz que a decisão é equivocada e que vai recorrer após a publicação do acórdão.

Ainda de acordo com a nota, sobras de diárias foram devolvidas ao final da viagem e os valores ressarcidos foram superiores às despesas da parada em Paris.

(Foto: Reprodução/RPC)


5 comentários

  1. Comunista Verde e Amarelo
    terça-feira, 7 de agosto de 2018 – 16:03 hs

    Mas já não tinham devolvido tudo? Com o quê o TJ tá implicando? Melhora a apuração dessa notícia aí, Fábio Campana, senão fica parecendo fake news.

  2. marco Prof.
    terça-feira, 7 de agosto de 2018 – 18:34 hs

    Não é possível que o menino Richa consiga sempre escapar, uma hora vai ter que prestar contas com a Justiça, é o que todos esperam. De acordo com a publicação da Gazeta do Povo são 20 ações cíveis e 08 ações penais.

  3. Gaudério do Piquiriguaçu
    terça-feira, 7 de agosto de 2018 – 19:21 hs

    Mas bah, tchê, está saindo caro essa champanhe, né? É por isso que nos CTGs do Piquiriguaçu a gente só toma mate e, de vez em quando uma pinguinha. E quando viaja, vai no máximo lá pro Alegrete, visitar a tia e os primos. De ônibus convencional, que é pra não gastar demais.

  4. Olmir
    quinta-feira, 9 de agosto de 2018 – 10:10 hs

    A se confirmar, qual será a postura do TRE, candidaturas e futuro da condição profissional declarada. É esperar.

  5. Zé Ninguém
    quinta-feira, 9 de agosto de 2018 – 18:44 hs

    O Betinho a a patroa estão pagando mico à toa, dando tiro no pé e dando munição para os “inimigos”. Admiro-me da falta de vergonha na cara do casal, porque de falta de dinheiro nunca sofreram. É bem possível que tanto o Betinho quanto filho “chumbem” nesta eleição. Nem sempre a falta de vergonha na cara combina com pão durismo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*