Argentina veta proposta de legalização do aborto | Fábio Campana

Argentina veta proposta de legalização do aborto

Por 38 votos a 31, o Senado argentino reprovou o projeto de legalização do aborto. O texto, que permitia a interrupção da gravidez até a 14ª semana, já havia sido aprovado na Câmara de Deputados e foi discutido por meses no país. Com o veto dos senadores, aqueles que defendem a ideia terão que esperar um ano para apresentação de novo projeto de lei.
Hoje na Argentina o aborto é permitido em casos de estupro e em que a gravidez traga risco de vida para a mãe. Mas ainda assim, em 2017 cerca de 10 mil mulheres foram internadas em decorrência de complicações de abortos clandestinos, 63 morreram.


Um comentário

  1. quinta-feira, 9 de agosto de 2018 – 19:03 hs

    e quem deu adeus à reeleição foi o Macri, porque até dias atrás não usava o lencinho verde. Para ficar bem na foto se deixou fotografar com um e agora vai pagar o preço da traição aos anti-aborto, tomou hein Macri.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*