A guerra no PT mineiro | Fábio Campana

A guerra no PT mineiro

O clima não está tranquilo e favorável entre os petistas em Minas Gerais. Os humores alterados são na cúpula: o pessoal de Dilma aponta a incompetência de Fernando Pimentel ao indicar o deputado federal Miguel Corrêa para disputar ao lado dela a eleição ao Senado: não agrega votos e está todo enrolado com suas empresas em um processo de propaganda eleitoral nas redes. O pessoal de Pimentel diz que Dilma deveria ter ajudado a escolher um outro nome.
E para piorar a situação, Gleisi Hoffmann, presidente da tigrada, ameaçou retirar a candidatura de Corrêa do Senado, mas o registro foi feito no TRE e ele só sai da disputa se for expulso do partido ou renunciar.
Ê trem difícil, sô.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*