Requião: 'A sorte define o jogo' | Fábio Campana

Requião: ‘A sorte define o jogo’

De Roberto Requião no Twitter:


8 comentários

  1. João Jr
    sexta-feira, 6 de julho de 2018 – 22:19 hs

    Que bobagem!! Sorte?
    Uma grande seleção ganhou de outra grande seleção num jogo em que um ganha e outro perde. Só isso.

  2. sábado, 7 de julho de 2018 – 9:08 hs

    TAMBÉM NÃO FABRICA ESPERMAS, MÁS NEM TODO MUNDO LÁ COME MAMONA NÉ???KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!

  3. Marcão
    sábado, 7 de julho de 2018 – 9:42 hs

    É um filósofo!!!

  4. interesses definem o resultado
    sábado, 7 de julho de 2018 – 10:56 hs

    Igualmente a política, os interesses é que definem o resultado.
    Esse jogadores não estão nem aí pro Brasil e sim para seus interesses particulares e seus clubes do exterior.
    Imagina que alguém vai querer se quebrar pra nada e correr o risco de se prejudicar junto ao seu clube e seus seguros e contratos milionários. Deixe de ser tonto e achar que vai manipular alguém.
    Ah, e por falar nisso, estamos trabalhando fortemente para que você e todos os que querem continuar mamando nas tetas do horário público sejam banidos viu. Vocês politiqueiros e os jogadores de futebol não produzem resultados positivos ao nosso povo e por isso devem ser trocados.

  5. Luiz Antônio
    sábado, 7 de julho de 2018 – 12:38 hs

    A Bélgica deu ao mundo Audrey Hepburn.
    Apenas por isso merece ser campeã mundial.
    Que seja assim!!!

  6. antonio carlos
    sábado, 7 de julho de 2018 – 14:44 hs

    O comentário só podia ter partido de mais um “urso”, despertou só agora para a Copa. Raramente é a sorte que define o jogo, na maioria dos casos quem define é a competência e a qualidade dos jogadores.

  7. Hugo Rodrigo Garcia Carvalho
    sábado, 7 de julho de 2018 – 16:07 hs

    Discordo da sorte! A Seleção Brasileira tentou, chutes levaram a bola a meta adversária por várias vezes, algumas indo de encontro à trave, outras o arqueiro rival não deixava a pelota balançar a rede. Sorte,não! Merecimento! A seleção da Bélgica foi prudente! Em dois lances conseguiram o feito histórico. Mas isso é do Futebol, faz parte. O que não faz parte do futebol é termos um Governo Federal despreparado! É termos uma Câmara de Deputados cheios de regalias e nenhuma eficácia e tão pouco encontramos eficiência. E temos, um lugar onde o Senhor está, que congrega ex-presidentes, ex-governadores e outros ex, que deveriam se aposentar. Não trazem nada de novo ao nosso país. Não fazem o que o povo quer! Por exemplo, até quando ficaremos reféns dos ‘investidores’ da Petrobrás que justificam esses preços exorbitantes dos combustíveis? Alias, o Senhor e seus asseclas Senadores não devem nem saber quanto custa um litro de etanol se quer, pois quem paga as suas contas somos nós. Vamos falar da Bélgica que não planta nada, que deve viver dependente de outros países! Mas vamos começar a falar da Bélgica pelo IDH Senador, depois vamos falar sobre sistema político e quanto cada um dos verdadeiros representantes ganham (sem direito a aposentadoria vergonhosa que aqui brigam em tê-la). Vamos falar de futebol e comparar os países dentro ou fora de campo?

  8. PitBull
    sábado, 7 de julho de 2018 – 22:58 hs

    Ganhava mais se ficasse com o bico calado…
    VAI COMER MAMONA SEU GAGÁ

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*