O que o STF faz as outras instâncias copiam | Fábio Campana

O que o STF faz as outras instâncias copiam

Se no Supremo Tribunal Federal as excelências não se entendem e volta e meia um ministro desconsidera as decisões já tomadas pela Corte, para tratar de casos à sua maneira, o que dizer do resto do Judiciário?
O que aconteceu ontem no Brasil deixa claro que a Justiça é cega e seus representantes tratam de ir tateando as próprias preferências para tomar decisões.
Um exemplo bem claro sobre isso foi lembrado pela Coluna do Estadão: o julgamento que avaliou a prisão em segunda instância. O plenário do Supremo autorizou o cumprimento antecipado da pena, mas ministros estão revendo o entendimento.


Um comentário

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 9 de julho de 2018 – 11:42 hs

    Os deuses do Olimpo sempre foram exemplo para os reles mortais. E veja-se que há inúmeras patacoadas que os deuses faziam em conluio com os mortais. Até filhos eles faziam. Uma coisa é certa: qualquer mortal vai poder escusar-se do cumprimento de uma decisão, enquanto haja estabelecido um suposto “conflito de competência” entre as autoridades. Se uns podem…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*