Madrugadas frias, sobram vagas nos abrigos | Fábio Campana

Madrugadas frias, sobram vagas nos abrigos

A temperatura está muito baixa na capital paranaense e a FAS sai durante as madrugadas para atendimento, com o intuito de levar moradores de rua para abrigos.
Apesar do frio, muita gente se recusa a acompanhar os agentes até os locais que têm disponíveis banho, roupa e alimentação. Das 907 vagas existentes em abrigos, só 520 estão ocupadas.

(Foto: Reprodução/SMCS)


2 comentários

  1. glorioso
    quinta-feira, 12 de julho de 2018 – 15:38 hs

    Vale lembrar que os servidores que percorrem as noites geladas de Curitiba atrás de moradores de rua, estão sem reajuste. Como motivar servidores a cumprirem seu papel se mal são valorizados?

  2. NA CORDA BAMBA
    sexta-feira, 13 de julho de 2018 – 7:35 hs

    Vale lembrar que esta ação humanitária é importante e a perma-
    nencia dos moradores de rua que tornaram rotineiras e deixam a
    nossa cidade suja em todos os sentidos, precisam ser resolvidas.
    Hoje a maioria dos edifícios que possuem marquizes para prote-
    ger os pedestres e embelezar a cidade tornaram locais favoritos
    de moradores que jamais são molestados. Precisam ser removidos
    e colocados em locais adequados para tratamentos básicos e isto
    é uma obrigação da prefeitura municipal. Curitiba já virou uma favela
    ambulante…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*