Julgamento de Richa por viagem a Paris é adiado | Fábio Campana

Julgamento de Richa por viagem a Paris é adiado

Primeiro foi marcado para o dia 26 de junho, depois adiado para 10 de julho, pulou para 17 e nesta terça foi empurrado para 31 de julho. O caso é sobre o julgamento do recurso apresentado pela defesa de Beto Richa no processo em que ele e Fernanda Richa foram condenados por uso dinheiro público para bancar viagem não-oficial a Paris, em 2015.
Quem pediu o adiamento foi a desembargadora Regina Afonso Portes, por considerar a matéria complexa.

Richa considera “a ação é descabida”, esclarece que “a parada técnica foi comprovadamente justificada em função de conexões e dos custos menores de passagens para deslocamentos até a China e retorno ao Brasil” e que os valores, superiores à diária foram devolvidos logo após o retorno.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*