Gleisi foi para Cuba | Fábio Campana

Gleisi foi para Cuba

Gleisi passou o aniversário de 100 dias de prisão de Lula em Cuba. Viajou acompanhada de Dilma Rousseff e dos militantes que estão no patamar das viagens internacionais. A comitiva foi participar do Foro de São Paulo, movimento organizado pela esquerda de diversos países. Sua viagem foi para “denunciar, e estamos recebendo a solidariedade para Lula. Não vamos desistir. Lula voltará a ser presidente do Brasil”.
A esquerda se autoalimenta, a direita repudia e o trabalhador continua na luta diária para pagar as próprias contas.

(Foto: Amanda Perobelli/Estadão)


6 comentários

  1. Falido e sem turismo.
    segunda-feira, 16 de julho de 2018 – 13:21 hs

    Se não voltar fará um favor a todos os brasileiros.

  2. Do Interior
    segunda-feira, 16 de julho de 2018 – 14:28 hs

    Porque não fica por lá? Logo que lá é o berço da liberdade e democracia que querem para o Brasil?

  3. PEDROCA DO SUDOESTE
    segunda-feira, 16 de julho de 2018 – 15:11 hs

    Poderia ficar por lá para sempre, não faria falta. Ou voltar e ficar lá pra Venezuela.

  4. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 16 de julho de 2018 – 15:22 hs

    Então, Cuba lançará a candidatura de Lula.

  5. NAO VOTE EM QUE JÁ FOI
    segunda-feira, 16 de julho de 2018 – 18:32 hs

    Já que os partidários do Foro de São Paulo estão reunidos em Cuba, seria uma boa oportunidade de lançar uma bomba atomica em Havana. A perda seria somente a espoleta.

  6. PIMENTA PURA
    segunda-feira, 16 de julho de 2018 – 18:40 hs

    Esta mulherzinha de “m” não trabalha !!?? O Senado que vá pra
    PQP !!??

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*