De roupa nova e devendo na praça | Fábio Campana

De roupa nova e devendo na praça

O ex-petista Cândido Vaccarezza trocou de agremiação e passou para o PTdoB, que agora é Avante.
Ele foi preso ano passado por conta de processo em que é investigado na Lava Jato. Sérgio Moro revogou a prisão, mas colocou uma condição: pagamento em juízo de fiança de R$ 1,5 milhão até o dia 1º de setembro de 2017.
Qual o quê? Até agora, não pagou nada, neca de pitibiriba.
Pior, Vaccarezza é pré-candidato a deputado federal e o site do Avante pede doações para sua campanha.
Moro não gostou e encaminhou um posicionamento do Ministério Público Federal e dos advogados do ex-deputado.

Para relembrar:
Vaccarezza foi preso na 44ª fase da Lava Jato, suspeito de receber mais de 400 mil dólares em propinas em contratos com a Petrobras. Conseguiu ser solto porque apresentou documento comprovando biópsia que investigava suspeita de tumor.
A fiança não foi paga porque a defesa tenta reduzir o valor e aumentar o prazo para pagamento.

(Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)


3 comentários

  1. terça-feira, 31 de julho de 2018 – 10:13 hs

    ISSO É BEM A CARA DE PETISTAS NÉ,KKKKKKKKKKKKKKKKK!!1

  2. Mohamad
    terça-feira, 31 de julho de 2018 – 10:49 hs

    Esse País não é sério, me desculpem, mas não podemos criticar quem perde totalmente a vontade de continuar morando por essas terras e tem todo o direito de buscar melhores condições de vida. O desânimo abate.

  3. johan
    terça-feira, 31 de julho de 2018 – 14:27 hs

    Caro FÁBIO, esse meliante morcego da ORCRIM PETISTA é mais um pária da nação. A sociedade terá que carregá-lo como mala, pelos próximos anos, pois se confirma, que fora do governo não existe oxigênio para esses bandidos. Atenciosamente.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*