Sai Fachin, assume Lewandowski, os indiciados da Lava Jato comemoram | Fábio Campana

Sai Fachin, assume Lewandowski, os indiciados da Lava Jato comemoram

Há muito indiciado pela Lava Jato esfregando as mãos de contentamento. Sai Fachin, entra Lewandowski para comandar os processos da Lava Jato no STF.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski foi eleito hoje (5) presidente da Segunda Turma da Corte, responsável pelo julgamento das ações da Operação Lava Jato. Como presidente, caberá Lewandowski fazer a pauta de processos a serem julgados e decidir quando serão analisados.

A partir da próxima terça-feira (12), Lewandowski vai ocupar a vaga de Edson Fachin, relator dos processos da Lava Jato, que deixará o comando do colegiado após um ano na função. A eleição foi simbólica porque, de acordo com as normas internas da Corte, Lewandowski teria que assumir a presidência por ser o membro mais antigo que ainda não ocupou o cargo recentemente. Também fazem parte da Segunda Turma os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Celso de Mello.


3 comentários

  1. Edson
    terça-feira, 5 de junho de 2018 – 18:09 hs

    Agora sim! Ficou do jeito que o diabo gosta! Agora quem vai pra cadeia é o coitado do Sérgio Moro! Socorro Generais! Salvem o Brasil, pois parece que Deus se esqueceu de nós!

  2. philipps
    terça-feira, 5 de junho de 2018 – 22:12 hs

    Perfeita quadrilha, a que ponto chegamos, os militares aqui no Brasil é só para desfilar em Sete de Setembro

  3. VISIONÁRIO
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 8:58 hs

    O STF virou um verdadeiro inferno mesmo. Enquanto comemora-
    mos a evolução da Lava Jato, muda-se o comando colocando um
    capeta no comando. Tenha dó !!!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*