Os Francischini no Paraná | Fábio Campana

Os Francischini no Paraná

Fernando Francischini, deputado federal pelo PSL, já anunciou que vai disputar cadeira no Senado.
Felipe Francischini, deputado estadual, percorrerá o caminho até a Câmara Federal.
E agora, estreia Flávia Francischini, esposa de Fernando, como pré-candidata a uma vaga na Assembleia Legislativa.

(Foto: Divulgação)

 


13 comentários

  1. Marcos
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 15:50 hs

    Para aí. E o cachorro do Franceschini vai ser o que? Vereador?
    O Brasil é um circo.

  2. CH
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 16:00 hs

    É brincadeira esses discípulos do bolsonaro!! Pelo amor! E ainda tem um bando de imbecis atrás.

  3. Xeroque Rolmes
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 16:39 hs

    A extrema-direita adora surfar no populismo criado por ela mesma e aproveitar a imbecilidade do brasileiro para colocar seus parentes pra mamar nos cargos públicos

    É aquela velha história: menos Estado para os pobres

  4. quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 16:52 hs

    PERA AÍ, NÃO FOI ISSO QUE O PT SEMPRE FEZ,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!

  5. quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 17:10 hs

    Cupincha do Richa metido a fascista

  6. quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 18:48 hs

    Acabou de ele próprio de perder meu voto e de meus amigo,Toda Familia na política,isto nao se faz,e fazer da política uma profissao!!

  7. quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 20:46 hs

    Até quando esses vão enganar meus irmãos?
    Esses caras que fazem da política uma profissão, tinha que ter vergonha na cara e largar o osso.
    O pai em vez de dá estudo e ensinar uma profissão, joga na política, porque não coloca o filho para ser missionário?

  8. Estatística
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 21:17 hs

    Votei nele para representar-me na Câmara. Fiz c@g@d@. Preferiu ser secretariozinho do Grande Traidor até a besteira da pancadaria no Centro Cívico.Aí enfiou o rabinho(?) no meio das pernas e foi para Brasília.

    Fala muito contra famílias na política e, agora, quer eleger gato, periquito e papagaio para representar outros idiotas crédulos.

  9. Paulo
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 23:07 hs

    Interessante, ou palhaçada o deputado Franscischini tem o apoio da CIEADEP, e em uma das reuniões foi anunciado que devido um problema de saúde do filho a esposa pediu pra ele escolher politica ou a familia, então pra ficar próximo da família seria candidato a deputado estadual, e agora senado, a esposa estadual, vão abandonar o menino, que é isso? Mais isso é amor a familia e a defesa do povo tão sofrido, vale o sacrificio kkkkk.

  10. Paulo
    quinta-feira, 7 de junho de 2018 – 8:52 hs

    Esse cara tem o apoio da CIEADEP pra federal, mais anunciou ir pra estadual devido um problema de saúde do filho, assim ficaria nais próximo de casa, agora senado, esposa estadual, filho federal, que vergonha.

  11. Yuri Gagarin
    quinta-feira, 7 de junho de 2018 – 9:00 hs

    Prognóstico deste cenário: Francischinão não ganha para Senador nem no Paraguay, e o comedor de bolacha traquinas e jogador de PlayStation não se reelegeria, imagine a DP Federal? – Isso é uma piada! Bom, agora a matriarca, nem com a ajuda do vendedor de pano de prato!
    Só trouxas e interesseiros votam nesta trupe.

  12. Professor Paulinho
    quinta-feira, 7 de junho de 2018 – 9:13 hs

    Que falta de vergonha na cara deste políticos que transformam seus cargos em trampolim para eleger toda sua família, este “Delegado Federal” tenta seguir os passos da asquerosa família Barros onde o pai Ricardo é deputado federal, a mãe Cida é governadora (Tampão) e a filha Victória é deputada estadual. Esse povo perdeu realmente toda a noção de honestidade, honra, seriedade e outras coisas mais que não quero escrever aqui. Vou te dizer viu, não vai eleger ninguém, o pai não se elege senador, o filho não emplaca como federal e a filha pra se eleger precisa ser pelo menos bonitinha como a Victória Barros, ou fica de fora também. Eu iria amar!

  13. E EM 2020?
    quinta-feira, 7 de junho de 2018 – 12:57 hs

    E em 2020, a família Francischini vai lançar o seu cachorro Policial Pastor Alemão a vereador em Curitiba.
    Não tem vergonha mesmo. O povo deve dizer não a isso nas urnas. Vamos colocar a família francishini pra trabalhar não votando neles.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*