Médico que fez vasectomia em vez de cirurgia de fimose é condenado | Fábio Campana

Médico que fez vasectomia em vez de cirurgia de fimose é condenado

Estava rolando na Justiça brasileira o caso de um rapaz que foi internado, aos 20 anos, para fazer uma cirurgia de fimose e acabou passando por uma vasectomia.
Quando a vítima descobriu o que tinha acontecido, moveu ação contra o hospital, o plano de saúde e o médico. O caso se arrastou até chegar ao STJ e os ministros da Terceira Turma bateram o martelo: hospital e plano de saúde não podem ser responsabilizados pelo erro, a culpa exclusiva é do médico, que deverá pagar R$ 62 mil por danos morais e reversão da vasectomia.


2 comentários

  1. Xeroque Rolmes
    segunda-feira, 4 de junho de 2018 – 18:27 hs

    60 mil é pouco

    Tinha que ser de 100 mil pra cima

  2. Dionleno
    terça-feira, 5 de junho de 2018 – 9:37 hs

    Que saco hein?!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*