Auxílio-saúde para o pessoal do TC | Fábio Campana

Auxílio-saúde para o pessoal do TC

Foi aprovado na Assembleia Legislativa o projeto do Tribunal de Contas do Paraná que cria auxílio-saúde para os servidores do órgão. Como é ano eleitoral, o lance só pode ser regulamentado depois das eleições.
E tem mais, o benefício também valerá para os servidores do Legislativo.
Ainda não se sabe direito quanto tudo isso vai custar, mas a conta extra-oficial diz que só para o TC a cifra deve beirar R$ 15 milhões por ano. A tabela vai acompanhar a do Tribunal de Justiça, que paga em escala, desde R$ 232 para funcionários mais novos chegando a R$ 1.396 para os mais velhos.


9 comentários

  1. Paranaense
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 10:34 hs

    Tá certis !! Eles merecem, pois ganham uma ninharia, mal dá pra sobreviver.
    São eles (judiciário e legislativo) que fazem a arrecadação tributária e estão sem reposição da inflação, então, está tudo nos conformis.

    Agora nós, do executivo não temos do que reclamar: ganhamos remunerações fenomenais, estamos com a reposição da inflação em dia e, pior, nosso poder, o Executivo, nada arrecada, tendo tão somente repasses legais daqueles poderes que arrecadam.

    Então, está tudo mil maravilhas.

    Por essas e outras que defendo o “regime” militar.

  2. Geraldo
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 11:39 hs

    POUCA VERGONHA ESSE TCE/PR. NÃO BASTASSE A GRANDE MAIORIA SEUS FUNCIONÁRIOS GANHAREM MAIS DE R$ 30.000,00 POR MÊS E “TRABALHAREM” MEIO EXPEDIENTE DE 4 HORAS. ISSO MESMO, LÁ O MEIO EXPEDIENTE É DE 4H. E TODOS, INCLUSO ESSA GRANDE MAIORIA QUE FAZ MEIO EXPEDIENTE, RECEBE UM BAITA AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO, COM A ARGUMENTAÇÃO DO PROBO E CARA DE PAU PRESIDENTE NA ÉPOCA, ARTAGAO DE MATOS LEÃO, QUE ERA DEVIDO O EXÍGUO TEMPO ENTRE UM EXPEDIENTE E OUTRO… NÃO É PRA MENOS QUE O ARTAGÃO É CONHECIDO EM GUARAPUAVA COMO: O VAGABUNDO!!!

  3. Tosco
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 11:55 hs

    A segregação/extratificação de agentes do Estado é flagrantemente inconstitucional. Pois todos os agentes de poder (do executivo, Legislativo, judiciário, MP, TCE) SÃO ESTATAIS e nenhuma diferença pode haver. CF.
    Art. 5º Todos são iguais perante a lei.
    Art. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o transporte, o lazer, a segurança, a previdência social..

  4. Isaias Andrade
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 11:57 hs

    E a isonomia entre os poderes ? Isto existe no Paraná ? O restante do funcionalismo não merece também ? O SAS atende satisfatóriamente ao “resto” dos funcionários ? Assim vamos criando privilégios para os mais abonados. Viva o Brasil esta assembléia legislativa do paraná – sim escrito com letras minúsculas – Afinal quem julgará as contas destes santinhos que aprovaram o auxílio saúde ? Brasil país da vergonha.

  5. eleitor atento
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 12:00 hs

    Benesses diversas …

    Vale lembrar que já recebem um auxilio alimentação de R$ 925,00, enquanto que para o Poder Executivo o valor é de R$ 103,00 (e somente para aqueles que recebem até 2 salários mínimos de remuneração: R$ 1.908,00).

    Nada contra, mas é preciso ver que o funcionalismo do Poder Executivo (180 mil pessoas, dentre as quais servidores ativos, aposentados e pensionistas) está desde janeiro de 2016 com os mesmos salários, apesar de estes sim, tocarem a máquina do Estado !

    Agora, será que adianta falar sobre tais fatos, do conhecimento de todos, inclusive das tais autoridades constituídas, essa gente insensível, egoísta e egocêntrica ?!

  6. QUESTIONADOR
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 12:34 hs

    -A própria sigla diz tudo, é auto explicável TC!!! Mesmo no TC do povo!!!

  7. Silvio
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 14:39 hs

    O que dizer de um governo que fica cortando centavos dos combustíveis para conter uma greve e acaba gastando milhões para aumentar seus benefícios???????
    Pobre de um país que depende destes “servidores”.

  8. lucãol
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 15:42 hs

    Falar o quê? Isso sim é vergonhoso. Um verdadeiro tapa na cara da população.
    Se alguém acha que o pessoal do TC temn algum constrangimento , fiquem esperando deitados.
    As vezes dá vontade de …. sei lá do que. Vão tomar no TC.
    Até parece que a a moléstia desses “iluminados” é difente do resto da populaçlão, seria uma doença classe A. Calhordas.

  9. Rogerio
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 16:10 hs

    Só tem uma maneira de mudar isso, não reeleger essa corja de deputados, que só legislam em causa própria, vamos fazer uma limpa naquela assembléia não elegendo nenhum deputado.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*