Analfabetismo afeta 11,5 milhões no Brasil | Fábio Campana

Analfabetismo afeta 11,5 milhões no Brasil

Foi estipulado pelo Plano Nacional de Educação que em 2015 o índice de analfabetos da população maior que 15 anos não ultrapassasse 6,5%. Os dados mais recentes são de 2017: 7,2% dessa fatia da sociedade ainda não sabe ler nem escrever.
São 11,5 milhões de brasileiros que atingem índices ainda maiores em cortes específicos: 19,3% dos que têm 60 anos ou mais; 9,3% entre pretos e pardos. No Nordeste, o índice é altíssimo: 14,5% da população é analfabeta. Os menores percentuais são do Sul e Sudeste: 3,5% cada.
Mas a situação é ainda mais grave. Vivemos no tempo do analfabetismo funcional, esse nome chique e pomposo que significa, na prática, que uma pessoa sabe interpretar os códigos linguísticos, sabe que B mais A é igual a BA, mas mesmo assim não tem habilidade de compreender sentenças simples. Sabe ler, consegue escrever, mas isso não se aplica em frases, textos e por aí vai. Mas não pense que estou a citar classes sociais menos favorecidas, entre estudantes universitários alcança a marca de 38%.
Um analfabeto funcional, que não entende lhufas do que está lendo e não consegue comunicar um texto escrito pode ser, por exemplo, deputado e tratar da legislatura do país.
Triste, muito triste.


8 comentários

  1. CAÇADOR DE VERMES PETISTAS
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 11:32 hs

    Esse é o eleitor do PRESIDIÁRIO LULA DA SILVA.
    Assim fica bem claro do porque lidera as pesquisas.
    Enquanto existir analfabetismo no Brasil, o populismo e esse tipo de verme existirá.

    LULA, CÂNCER DO BRASIL

  2. Aprigio Fonseca
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 13:50 hs

    Noto que muitos desses analfabetos são seus leitores Camoana,pelo palavreado odiosos e ate palavrões chulos.Exemplo acima.

  3. PEDROCA DO SUDOESTE
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 14:32 hs

    Esses são resultados da PÁTRIA EDUCADORA dos governos petistas. E não tem desculpas, 13 anos e uns meses de governo,e sõ pioraram os indicadores de educação.

  4. quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 14:57 hs

    Aprigio Fonseca, o CAÇADOR falou de vc. (Esse é o eleitor do PRESIDIÁRIO LULA DA SILVA.)

  5. CAÇADOR DE VERMES PETISTAS
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 15:52 hs

    Aprigio Fonseca.

    Concordo porém, somente quem conhece os anseios deste verme petista, desse falastrão mentiroso, populista e quadrilheiro é que tem condições de acirrar tanto ódio.

    Esse vagabundo provoca mesmo esse ódio naqueles a que esse lixo NÃO consegue enganar. (me considero um deles).

  6. antonio carlos
    quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 18:09 hs

    Também depois que o MEC permitiu que se abrissem mais universidades e faculdades do que igrejas evangélicas só podia aí. O “fantasma” do vestibular não tira mais o sono de nenhum aluno, é passar na secretaria da faculdade e fazer a matrícula, o vestibular é apenas um detalhe. Triste é saber que em pleno século XXI ainda hajam analfabetos entre nós, é uma vergonha. Espantoso é o percentual de analfabetos no Nordeste, será isto consequência de que os estados da região são governados por gente da “esclarecida” esquerda?

  7. quarta-feira, 6 de junho de 2018 – 20:10 hs

    Quando o assunto é educação muitos comentários são apresentados, propostas de políticos e de faculdades que afirmam que poderão resolver este problema, quando termina o mandato termina o compromisso e nova proposta vem à tona. Faltam projetos de médio e longo prazo na educação brasileira, falta comprometimento por parte dos docentes em especial os que estão no final de carreira, estes só estão a fim de esperar mais uma ou duas progressão ou quinquênio e nada mais, os governos deixam muito a desejar na fiscalização dos docentes.

  8. Juca
    quinta-feira, 7 de junho de 2018 – 7:50 hs

    O SS Calça Frouxa está de volta, agora como Aprigio Fonseca.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*