Sem partidos e sem sindicatos | Fábio Campana

Sem partidos e sem sindicatos

Os caminhoneiros, a exemplo dos milhões de brasileiros que foram às ruas em junho de 2013, desmoralizaram sindicatos e partidos por não precisarem deles para obter o que desejavam. E desmoralizaram os serviços de inteligência do governo, incapazes de detectar o que estava por vir“.
Cristovam Buarque


6 comentários

  1. Ein Sof
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 15:25 hs

    Sério que ele acredita nisso? Sem sindicatos?
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Como fala o Beto Fuscão, esse aí é um chupeta sem noção.

  2. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 15:38 hs

    O que ficou desmoralizado foi o Estado brasileiro sequestrado por frotistas e seus pelegos. A nação pagará o preço, como sempre.

  3. Ein Sof
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 16:06 hs

    O que ficou desmoralizado foi o Estado brasileiro sequestrado por frotistas e seus pelegos. A nação pagará o preço, como sempre.
    (2)
    Como sempre, o Doutor Prolegômeno falando VERDADES.

  4. segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 16:18 hs

    Que tal acabar Tb, com o sindicato patronal e usarmos o recurso do sistema S para nos auxiliar neste momento tão delicado, afinal pra que pregar que esses cursos de profissionalização são importantes se o desemprego está com o indicie mais alto já registrado no País!

  5. segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 16:43 hs

    SINDICATO PRA QUE MESMO??????????????????????????

  6. Roque Alves
    segunda-feira, 28 de maio de 2018 – 20:25 hs

    “Soberania Deliberativa da Classe Trabalhadora”… “Os partidos políticos e os sindicatos no Brasil, dissimulados na autocracia de seus dirigentes supremos, assemelham-se a uma Surucucu-Pico-de-Jaca (cobra venenosa que exala cheiro de jaca) trepada numa Jaqueira sem frutos”…
    Porquanto isso, urge que a Classe Trabalhadora assuma ostensiva participação política na vida socioeconômica do Brasil.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*