Receita cria grupo para investigar 800 agentes públicos | Fábio Campana

Receita cria grupo para investigar 800 agentes públicos

A Receita Federal montou um grupo com auditores fiscais especializados para investigar cerca de 800 agentes públicos do Legislativo, Executivo e Judiciário suspeitos de ter cometido fraudes tributárias. Parlamentares, chefes de governo, juízes e procuradores podem ser mapeados como alvos de novas investigações de crimes de lavagem de dinheiro, corrupção e ocultação de bens. Do Estado de SP.

O Ministério Público denunciou o ex-diretor do Metrô de São Paulo, Sérgio Brasil, por propina de R$ 2,5 milhões.

Ainda: MP afirma que Alckmin pediu que inquérito fosse tirado de promotor. A requisição foi acolhida pelo procurador-geral. O tucano é suspeito de improbidade administrativa em supostos pagamentos de R$ 10,3 milhões à Odebrecht. Em Brasília, o Supremo confirmou que investigações sobre improbidade continuarão sendo julgadas em 1ª instância, fora da premissa do foro privilegiado.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*