Polícia arromba casas de doleiros foragidos no Paraguai | Fábio Campana

Polícia arromba casas de doleiros foragidos no Paraguai

No rastro do doleiro foragido Dario Messer, o Ministério Público do Paraguai e a Polícia Nacional fizeram buscas em duas mansões de luxo na madrugada deste sábado no Paraná Country Club de Hernandarias, na região de fronteira com Foz do Iguaçu (PR). Messer e o doleiro Bruno Farina, que também está foragido, não foram localizados. As informações são de Felipe Frazão e Fábio Serapião no Estadão.

Conforme informações de autoridades paraguaias, os imóveis são propriedade dos dois doleiros citados na Operação “Câmbio, Desligo”.

A casa de Messer estava abandonada, segundo o fiscal Manuel Doldán, responsável por Assuntos Internacionais. Uma testemunha contou aos investigadores que Farina esteve na residência dois dias atrás.

Os investigadores apreenderam extratos de cartões de crédito e documentos, bem como eletrônicos como computadores e aparelhos GPS.

A operação foi autorizada pela Corte Suprema de Justiça do país. Ambos são alvo de mandados de prisão no Paraguai, a pedido da Justiça Federal no Rio de Janeiro.


3 comentários

  1. domingo, 6 de maio de 2018 – 9:32 hs

    O BRASIL SEMPRE FOI UM PARAÍSO PARA CRIMINOSOS DE OUTROS CONTINENTES SE ESCONDER, UM DOS MAIORES LADRÃO DA INGLATERRA, QUE ASSALTOU O TREM PAGADOR. SÓ FOI DESCOBERTO DEPOIS QUE ESTAVA CAGANDO NAS FRALDAS!!!
    VIVA O BRASIL, VIVA O POVO BRASILEIRO!!!

  2. JÁ ERA...
    segunda-feira, 7 de maio de 2018 – 8:34 hs

    Os grandes doleiros existem porque existem os grandes ladrões.
    Pelos milhões ou trilhões de dólares que estes caras movimentaram
    dá para se ter a ideia de quanto dinheiro sujo circularam por aí.
    Perguntem à classe média se precisam dos doleiros !?

  3. Ein Sof
    segunda-feira, 7 de maio de 2018 – 11:46 hs

    Isso mesmo, JÁ ERA.
    Lendo um livro sobre sonegação fiscal, lavagem de dinheiro, etc., tropecei em uma cifra:
    Provavelmente de 25% a 30% da riqueza mundial está escondida em paraísos fiscais…
    E há países cujos únicos motores econômicos são: empresas de consultoria para abrir offshores fraudulentas e bancos fraudulentos.
    É mole?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*