Pauliki quer mudar cobrança da tarifa mínima da água | Fábio Campana

Pauliki quer mudar cobrança
da tarifa mínima da água

O deputado estadual Marcio Pauliki entregou um ofício ao Chefe da Civil, Dilceu Sperafico, solicitando a alteração da forma da cobrança da tarifa mínima da água. Também será protocolado um requerimento com o mesmo pedido à Sanepar.

A medida é necessária para que a população não seja prejudicada com a atual forma de cobrança realizada pela companhia. Isso porque a Sanepar propôs no ano passado a redução da tarifa mínima pela metade, passando de 10 m³ para 5 m³. “Acontece que a redução do valor não aconteceu na mesma proporção. Tenho lutado constantemente pela justiça fiscal, por cobranças de preços justos e por um serviço público adequado”, salienta Pauliki.

No documento, Pauliki reivindica que seja feito uma verificação e readequação do sistema de cobrança. “É necessário que seja reduzido o valor cobrando sobre a tarifa mínima de 5m³ equiparando à metade do valor que era cobrado nos 10m³. Ou, então, que retorne a tarifa mínima para 10m³ dentro do valor hoje aplicado. Seria a forma mais justa para a população”, afirma o deputado.

No ano passado, o deputado chegou a protocolar um pedido para o fim da cobrança da tarifa mínima. “Assim cada usuário pagaria apenas pelo que realmente consome de água”, explica o deputado, que chegou a acionar também em 2017 o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Ponta Grossa para cobrar a Sanepar, bem como as empresas terceirizadas que prestam serviço à companhia, pela falta de água de forma prolongada e sem aviso prévio aos moradores da cidade.

Taxa de Religação

O deputado estadual Marcio Pauliki protocolou recentemente um requerimento reivindicando que a legislação atual que proíbe a cobrança de taxa de religação de água e luz seja aplicada no estado.


7 comentários

  1. quarta-feira, 9 de maio de 2018 – 14:38 hs

    PORQUE SÓ AGORA, ESSA LEI JÁ FAZ TEMPO QUE ESTÁ EM VIGOR!!!
    POR QUE SÓ AGORA, VOU PERGUNTAR NO POSTO IPIRANGA NÉ???

  2. José Vilani
    quarta-feira, 9 de maio de 2018 – 14:51 hs

    Parabéns Deputado, isto é realmente uma forma incentivar o consumidor a economizar água, não da forma que ocorreu no ano passado que diminuíram a cota de 10 m3 para 5 m3 e o valor continuou o mesmo ou até mais em alguns casos.

  3. Jaferrer
    quarta-feira, 9 de maio de 2018 – 16:28 hs

    Essa foi a maior pilhagem do governo Richa. Reduziram pela metade a tarifa mínima e mantiveram o mesmo valor. Meteram a mão no bolso do assalariado.

  4. Carlos Alberto
    quarta-feira, 9 de maio de 2018 – 17:29 hs

    Quando aprovaram isso votaram todos a favor. Aprovaram. Povo dará o troco neles. Agora quer vir com essa conversa de requerimento para mudar. Cara de pau

  5. Ein Sof
    quarta-feira, 9 de maio de 2018 – 17:51 hs

    Quando aprovaram isso votaram todos a favor. Aprovaram. Povo dará o troco neles. Agora quer vir com essa conversa de requerimento para mudar. Cara de pau

  6. quarta-feira, 9 de maio de 2018 – 19:05 hs

    O MAIOR ROUBO DA HISTÓRIA DO BRASIL..EU CONSUMO..5 METROS E PAGO 20;;;;

  7. quarta-feira, 9 de maio de 2018 – 20:20 hs

    Tu tem que pagar pelo gasta ou estou errado ?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*