O mundo de Temer | Fábio Campana

O mundo de Temer

Ontem, quando Temer foi ao local do desabamento do prédio em São Paulo, foi hostilizado, xingado, chamado de golpista tudo propagado pela imprensa nacional e internacional. Teve que sair escoltado antes de terminar o discurso, protegido dos objetos que voavam em sua direção.
A avaliação de seus auxiliares é de que a aparição do presidente foi positiva e de que Temer vítima de um ‘ataque político’, porque a manifestação foi feita num ambiente ‘controlado pelo time do Guilherme Bolos’, que é líder do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto e pré-candidato a presidente do PSOL.

(Foto: Eraldo Peres/AP)


2 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 2 de maio de 2018 – 13:25 hs

    Para a grande mídia nacional, quanto pior para Temer, melhor. O medo que a candidatura e que o tempo da TV de sua coligação possa influenciar a malta a seu favor, arrepia os pelos mais íntimos dos poderosos controladores da mídia. Aliás, alguns donos da grande mídia sequer moram no Brasil. Moram em Miami ou na Suíça, onde criam seus filhos e netos, bem longe da programação que veiculam, e vem ao Brasil contar seu rico dinheirinho, dois ou três dia da semana, muitas vezes compartilhando jatos velocíssimos de 60 milhões de dólares.

  2. Ein Sof
    sexta-feira, 4 de maio de 2018 – 18:50 hs

    Até parece que quem vaiou o Temer nesta ocasião tinha moral para tanto.
    Esqueceram que invadiram propriedade alheia?
    Digamos que não me parece que quem invade propriedade alheia tenha muito caráter…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*