Não foi um capricho! | Fábio Campana

Não foi um capricho!

“Essa frequência não foi uma escolha caprichosa. Se os reajustes fossem mensais, ficaríamos muito expostos a um risco de perda de participação de mercado. Nos últimos meses de 2017, nosso market share em diesel chegou a cair a 67% do mercado”.
Pedro Parente, presidente da Petrobras, a justificar a política de preços da empresa, com reajustes diários.

(Foto: Evaristo Sa/AFP)


4 comentários

  1. carlos lacerda
    quinta-feira, 31 de maio de 2018 – 18:44 hs

    FICO AQUI PENSANDO NESSE BUCÓLICO FINAL DE SEMANA PROLONGADO SOBRE OS ASSUNTOS DA PAUTA NACIONAL.

    AS MINHAS CONCLUSÕES SÃO AQUELAS QUE A MAIORIA DOS BRASILEIROS DEVEM ESTAR CHEGANDO NESSE MOMENTO DELICADO EM QUE O BRASIL PASSA.

    A GREVE DOS CAMINHONEIROS EXPÕE A FACE MAIS PERVERSA DA POLÍTICA BRASILEIRA, ALIADA A PRATICAS NOCIVAS DE SEGMENTOS ORGANIZADOS.

    COM RELAÇÃO AO GOVERNO: ADMINISTRAR UMA EMPRESA COMO A PETROBRAS E LIMITAR A GESTÃO A QUESTÃO DE AUMENTO PURO E SIMPLES DOS PREÇOS DOS DERIVADOS DEMONSTRA CLARAMENTE QUE O SEU PRESIDENTE NÃO É TÃO COMPETENTE COMO SE É PROPALADO, PELO FATO DE ADMINISTRAR UM MONOPÓLIO ESTATAL. PORTANTO, O QUE SR. PEDRO PARENTE ADMINISTRA É MUITO FÁCIL, POIS EM CASO DE VARIAÇÃO DO PREÇO INTERNACIONAL REPASSA O ACRÉSCIMO AOS CONSUMIDORES.

    OS SETORES ORGANIZADOS TEM SUA RAZÃO, MAS O PREÇO DO FRETE É REPASSADO AO CONSUMIDOR, ENTÃO HÁ ALGO DE MUITO PODRE NAS ENTRE LINHAS DA MOBILIZAÇÃO. NÃO LHE RETIRA A LEGITIMIDADE, PORQUE OS MOTORISTAS AUTÔNOMOS SOFRERAM NAS MÃOS DOS GRANDES TRANSPORTADORES.

    DE OUTRO LADO O GOVERNO, COBRA PEDÁGIOS EXTORSIVOS, OFERTA ESTRADAS PÉSSIMAS, COBRA TRIBUTOS EXCESSIVOS… E O QUE ACONTECE NA HORA DE CONVERSAR COM A POPULAÇÃO? AUMENTA A CARGA TRIBUTÁRIA ONERANDO A FOLHA DE PAGAMENTO.

    NÃO QUERO MORAR EM OUTRO PAIS QUERO UM OUTRO BRASIL!!

  2. quinta-feira, 31 de maio de 2018 – 22:46 hs

    TIREM ESSE HOMEM DESSE CARGO, QUEM VAI AGUENTAR REAJUSTE DIÁRIO?

  3. VISIONÁRIO
    sexta-feira, 1 de junho de 2018 – 8:26 hs

    Para ser um Presidente da Petrobrás não precisa ser economista
    nem um gênio qualquer. Basta saber usar a caneta surrada para
    repassar o deficit de um para outro. Claro, para o consumidor final…

  4. Aprigio Fonseca
    sexta-feira, 1 de junho de 2018 – 9:43 hs

    Tem um lugar apropriado para esse safado enfiar seu MARKET SHARE,no rabo

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*